Skip to content

UTIs Covid chegam a 93% de ocupação em Londrina

Prefeito diz que cidade vive pior momento da pandemia

Telma Elorza

O LONDRINENSE

A taxa de ocupação dos leitos de UTI adulto exclusivos para covid-19 bateu os 93% nesse domingo (24). Segundo o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, estão ocupados 89 dos 96 leitos de UTI adultos e dois dos 14 leitos de UTI pediátricos, o que soma 14%.

Em live no Facebook na noite deste domingo, o prefeito Marcelo Belinati (PP), disse que o atual momento é o pior da pandemia. “Nessa última semana, 38 londrinenses vieram a falecer. Só na sexta-feira 11 pessoas morreram”, disse. Segundo ele, Londrina contabiliza 6.333 casos confirmados em janeiro deste ano e a projeção é que os números batam o recorde de casos que foram registrados em dezembro, quando 6734 casos foram registrados. “Agora não é hora de relaxar, mas de redobrar os cuidados”, declarou. A média móvel dos últimos sete dias foi de 328,7 casos.

No total, Londrina contabiliza 28.206 confirmados, 109 aguardando exames, 490 casos ativos com 385 isolamento domiciliar, 105 internados, 541 pessoas morreram.

Aulas – O prefeito criticou pais e escolas particulares que estão pressionando pela retomada das aulas presenciais e disse que não vai ceder. “Não esperem de mim demagogia. Foram 11 meses. E todas as nossas decisões foram baseadas na ciência, na medicina e na epidemiologia com o objetivo de salvar vidas. Não tomarei decisões políticas, como foi feito por aí. O que eu tiver que fazer será feito. Pode criticar.” Ele afirmou que a prorrogação da suspensão de aulas continua até 28 de fevereiro, apesar do decreto estadual que autorizou a abertura das escolas particulares.

Foto: Print da live

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.