Skip to content

Projeto arrecada itens de higiene para mulheres encarceradas em Santo Antônio da Platina

Objetivo do projeto é promover ações voltadas à inclusão e reinserção social destas mulheres por meio de atividades que tornam o cumprimento da pena um processo humano

Agência UEL

O projeto de extensão da Universidade Estadual de Londrina (UEL) “Grades em Transgressão: Novos Horizontes de Inclusão e Inovação Social para Mulheres” está promovendo uma campanha de arrecadação de produtos de higiene pessoal destinada a mulheres em privação de liberdade da Cadeia Pública de Santo Antônio da Platina, no Norte Pioneiro.

LEIA TAMBÉM

Professores de sete cursos da universidade participam do projeto, coordenado pela docente do curso de Licenciatura em Geografia Margarida de Cassia Campos. O objetivo é promover ações voltadas à inclusão e reinserção social destas mulheres por meio de atividades que tornam o cumprimento da pena um processo humano, explica a integrante do projeto e assistente social recém-formada pela UEL Isabela Spagolla.

A campanha de arrecadação busca suprimir a falta de produtos de higiene pessoal ofertados às mulheres em regime carcerário na cidade, informa Isabela. Sabonete, shampoo, condicionador, papel higiênico, creme dental e desodorante roll-on com rótulo transparente são aceitos como doações:

A campanha de arrecadação busca suprimir a falta de produtos de higiene pessoal ofertados às mulheres encarceradas em Santo Antônio da Platina,
Divulgação.

Os produtos podem ser entregues nas secretarias gerais do Centro de Educação, Comunicação e Artes (Ceca), Centro de Ciências Exatas (CCE), Centro de Estudos Sociais Aplicados (Cesa) e Centro de Ciências Biológicas (CCB), além da Biblioteca Setorial do Centro de Letras e Ciências Humanas (CLCH) e da Biblioteca Central (BC). O Serviço de Bem-Estar à Comunidade (Sebec) e o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (Neab), também recebem mantimentos.

Mulheres encarceradas

O projeto “Grades em Transgressão: Novos Horizontes de Inclusão e Inovação Social para Mulheres” recebe recursos do Fundo Paraná, iniciativa da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado (Seti). O financiamento é feito por meio do programa Universidade Sem Fronteiras, que oferece fundos e bolsas de estudo à 100 projetos espalhados pelo Paraná. “Grades em Transgressão” foi um dos escolhidos entre 207 analisados, sendo 13 destes desenvolvidos na UEL.

Leia também – Curitiba Cia de Dança apresenta duas obras, nesta terça (10), no Festival de Dança de Londrina

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.