Skip to content

Polícia descarta latrocínio no caso do assassinato da servidora

Mulher foi assassinada quando saia de casa em seu carro, mas nada foi levado

Mirella Fontana

Equipe O LONDRINENSE

A Polícia Civil descartou a hipótese de latrocínio na morte da servidora municipal Daniela Aparecida Novelli Pergo, 44 anos. Daniela era lotada na diretoria de Tecnologia da Informação da Prefeitura e foi morta com quatro tiros na manhã desta quinta-feira (6), por volta das 6h45, perto do Lago Igapó, quando saia de casa em seu carro.

A princípio, a polícia suspeitou que se tratava de uma de tentativa de roubo. Porém, foi constatado que nenhum objeto foi furtado. Outras hipóteses estão sendo estudadas, como homicídio.

A Prefeitura Municipal de Londrina emitiu a seguinte nota de pesar:
“Toda equipe da prefeitura se solidariza com os familiares e amigos da servidora Daniela Aparecida Novelli Tergo. Que nosso Senhor conforte a dor dos corações. Colegas relatam que Daniela sempre foi uma pessoa tranquila, respeitosa e bastante comprometida com o trabalho. A Caapsml e a Secretaria de Recursos Humanos concentram-se em dar todo apoio a família”.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.