Skip to content

Veludo preto segue como tendência forte para o inverno, veja dicas de looks

Por Ana Paula Barcellos

No começo dos 1990, usar veludo era considerado chique, muito chique. Me lembro que meu primeiro conjunto de festa (corset + saia longa bufante) da adolescência tinha um corselet (o tal do corpete) de veludo preto lindo, uma coisa meio Rainha Má. Me sentia muito fina com ele!

Foi a única época em que usei veludo, nunca mais. Primeiro, porque um tempo depois caiu em desuso, virou cafona. Depois porque o veludo é um tecido que deixou de fazer sentido na minha cabeça quando se fala de roupas. Na época, o veludo disponível para confecção era mais pesado e tinha nada de elastano. Então ou você comprava o melhor veludo ou não comprava, se queria aquele caimento perfeito do qual eu tanto falo.

Hoje, veludo é outra coisa, outro lance. A tecnologia têxtil avançou muito e existem versões leves, que não amassam… as melhores quase não pegam pelo! Mas eu continuo não gostando. Tem algo na “estética veludo” que me afasta do tecido. Se for veludo molhado, piorou.

Mas tendências não são sobre mim, né? E o veludo deu as caras em vários desfiles bombados da temporada de alta costura (Armani, Dior e Schiaparelli, para citar alguns), em várias opções: vestidos longos, minissaia, conjunto de paletó e calça… Sempre preto, todo preto!

O veludo já tinha começado a dar mais pinta em 2018, e com mais força um pouco antes da pandemia. Apareceu bastante no tapete vermelho de várias das premiações internacionais do começo desse ano e a Vogue, inclusive, aposta alto na tendência para o inverno do hemisfério norte.

E se a gente tem a chance de usar qualquer coisa com esse bendito, agora é a hora. Porque o veludo tá mais leve, mas o bicho ainda é quente, né? Então as temperaturas amenas são as ideais para qualquer peça feita com ele, principalmente as que podem aparecer por aí com base nas trends.

Vale também, claro, investir nas peças que já estão no armário. Tenho uma amiga que gosta de seguir tendências de Moda e vai ficar super feliz porque tem várias delas.

Quem quiser garantir um look mais contemporâneo, antenado e menos retrô, pode levar algumas referências em consideração na hora de escolher o que vai usar, e buscar por peças com fendas e assimetrias, por exemplo.

Pra quem curte fazer ou mandar fazer as próprias roupas, o grande lance pode ser usar modelagens que estão em alta e confeccioná-las com o tecido, dando um ar renovado ao veludo. Quanto a mim, fiz uma extensa pesquisa de prováveis modelos, pensei em um milhão de possibilidades. Não, nada, senti nem uma vontadezinha de experimentar. Vai ficar pruma próxima…

Ana Paula Barcellos

Viciada em botas, sacoleira e brecholenta, trabalha com criação de joias artesanais e pesquisa de tendências. Tem foto da Suzy Menkes na estante e escreve essa coluna usando pijama velho, deitada no sofá enquanto toma café com chocolate.

Foto: Pinterest

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.