Skip to content

UEL retoma aulas com uso de máscara em locais fechados

O período letivo de 2022 começa nesta segunda-feira (1), de forma presencial. Máscaras serão obrigatórias

Agência UEL

Cerca de 17 mil estudantes de graduação e de pós-graduação iniciam o ano letivo 2022 nesta segunda-feira (1º) de forma presencial e mantendo o uso de máscara facial de proteção individual em ambientes fechados da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Os alunos retornam depois de um curto período de férias, após a conclusão do ano letivo 2021, marcado por atividades acadêmicas virtuais (no primeiro semestre) e posteriormente normalizadas com o avanço do esquema vacinal no Paraná e no país.

Ato Executivo nº108/2022, assinado pela reitora nesta quinta-feira (29), recomendou a utilização da máscara também em locais abertos do Campus e das demais unidades da instituição, como medida de proteção da comunidade universitária. O documento tem validade até 31 de agosto e considera a necessidade de estudantes, professores e agentes universitários de manterem cuidados com a transmissão do Coronavírus em virtude dos ambientes reunirem sempre grande número de pessoas de vários locais.

Cerca de três mil novos estudantes da UEL estarão no Campus pela primeira vez e participam da Semana de Recepção aos Ingressantes (SER-UEL), com atividades programadas entre 1º e 5 de agosto. Todos os ingressantes deverão fazer obrigatoriamente a confirmação de matrícula no Portal do Estudante. Eles terão à disposição um site exclusivo, chamado de SER UEL, no qual estarão reunidas diversas informações sobre a Universidade, em formatos de vídeo, áudio e texto. A programação específica de atividades de cada curso estará disponível no site a partir de 22 de julho. Pelo Campus, serão colocadas diversas faixas com QR Code para que o acesso ao site seja prático e rápido.

Clima de empolgação

Segundo a pró-reitora de Graduação da UEL, professora Ana Márcia Fernandes Tucci de Carvalho, entre os estudantes o clima de retorno é de empolgação, depois de um longo período de aulas realizadas no modo virtual. Para promover a integração dos alunos nesse momento recomeço, Ana Márcia conta que será realizada a campanha “Antes de Tudo #EuRespeito”. Iniciada em 2019, a campanha terá as seguintes frentes: convivência, inclusão e diversidade.

“Esse respeito tem que ser pensado com a convivência entre os estudantes, os novos alunos, as pessoas com deficiência. Queremos que eles se sintam acolhidos e, de fato, pertencentes à Universidade. Vamos promover o respeito acima de tudo”, disse. Como lembrado pela pró-reitora, neste ano, ingressam na Universidade 30 estudantes aprovados pelo Vestibular no sistema de reserva de vagas para pessoas com deficiência (PcD).

Recepção cidadã

O trote é proibido em todo o espaço da Universidade, desde 2008, com base na Resolução CEPE/CA Nº 177/2008. Além disso, a Lei Municipal Nº 11.468 (Art. 43, § I) proíbe a prática de trote na cidade de Londrina.

Denúncias de trotes violentos podem ser encaminhadas diretamente aos seguintes canais: WhatsApp 3371-4353; e-mail: prograd@uel.br; Ouvidoria da UEL: 3371-5850, Segurança do Campus: 0800-400-44-74. Outra opção é a denúncia junto aos Colegiados dos cursos de graduação. Demais canais de denúncias de trote violento estão no site da Prograd.

Para incentivar os estudantes a praticarem ações de recepção sem violência, este ano mais uma vez a Prograd realizará o Prêmio Boas Práticas Solidárias. Nos últimos anos, atividades de alunos da UEL colaboraram com Centros de Educação Infantil e Escolas, Hospitais, espaços da Universidade, ONGs, Cooperativas, entre outros.

Foto: Arquivo/UEL

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.