Skip to content

Pesquisadores recrutam voluntários que sofreram perda de olfato após a Covid-19

Para participar do estudo, os interessados precisam ter entre 18 e 60 anos e que tenham tido perda olfativa total ou parcial até 60 dias posteriores aos sintomas da doença

Agência UEL

Pesquisadores do Departamento de Clínica Cirúrgica, do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Universidade Estadual de Londrina (UEL), estão recrutando pacientes pós Covid-19 que permaneceram com perda de olfato e paladar para um estudo sobre a perda da função, com tratamento a partir de corticóide Budesonida. Os pacientes devem residir em Londrina e ter entre 18 e 60 anos. Para participar do estudo, é importante que o voluntário tenha tido perda olfativa total ou parcial até 60 dias posteriores aos sintomas da doença.

A pesquisa representa um ensaio clínico randomizado para avaliar a eficácia da irrigação nasal com budesonida, associada ao treinamento olfatório. O trabalho é coordenado pelo professor e médico otorrino Marco Aurélio Fornazieri, do Departamento de Clínica Médica (CCS). É importante que os pacientes tenham contraído a doença há no máximo seis meses e apresentem perda de olfato persistente.

O estudo está sendo realizado em várias partes do país, reunindo 120 pacientes e coordenado pelos pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP). Em Londrina, a proposta é avaliar 30 pacientes. Os voluntários serão avaliados com testes de olfato e, após a consulta, iniciam um tratamento em casa por 30 dias. Os resultados serão avaliados em um retorno médico. O tratamento completo demora 60 dias.

Interessados podem entrar em contato pelo telefone WhatsApp (43) 98863-8768.

Foto: Pexels

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.