Skip to content

Encontro discutirá Startups

UEL sediará evento com especialistas na área, professores, profissionais e estudantes, na próximo dia 4 de junho

Agência UEL

Estudantes, professores e profissionais de várias áreas participam na próxima terça-feira (4) do debate Internacionalização de Startups, que reúne em Londrina especialistas da área para relatarem o cenário, legislação e oportunidades deste modelo de negócio ligado à inovação e às tecnologias da informação. O evento será realizado no Anfiteatro do Centro de Estudos Sociais Aplicados (CESA), no Campus Universitário, a partir das 14 horas, uma iniciativa da Intuel /Agência de Inovação Tecnológica. A entrada é gratuita e aberta ao público.

Estarão discutindo a advogada Luciana Gouvêa, o embaixador Alexandre Addor Neto e o consultor Luiz Henrique Perlingeiro. Os palestrantes convidados vão falar sobre a nova Lei das Startups 2020, fazer um relato sobre oportunidades para empreendedores brasileiros e sobre o conceito de internacionalização do setor, respectivamente.

Segundo o diretor da Aintec, professor Edson Miura, participam do evento empreendedores de startups da região, além de membros e interessados no ecossistema de tecnologia. Também foram convidados representantes da prefeitura de Londrina, Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil), Sebrae e do Arranjo Produtivo Local (APL) de Tecnologias da informação e comunicação.

O diretor explica que o debate é importante para que empreendedores tenham informações visando novas oportunidades, já que os palestrantes convidados têm larga experiência nas suas áreas de atuação, atuando com consultoria.

Mapeamento realizado pela Associação Brasileira de Startups apontou Londrina como cidade interessante para negócios na área. O levantamento mostrou a existência de 43 startups dos setores de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação) e Telecom, Finanças, Varejo e Atacado em Londrina. Outro dado que fortalece a cidade como promissora na área foi divulgado pela Regional Norte do Sebrae/PR. Segundo o estudo, a cidade concentra o maior volume de startups do Estado, com cerca de 30% do total.

“A cidade é bastante promissora, mas a população desconhece. Vivemos um momento em que as governanças estão se organizando”, afirma o diretor da Aintec. Londrina mantém sete governanças que representam setores com grande potencial socioeconômico, entre eles o de Tecnologia da Informação. Esta característica já começa a render frutos importantes como por exemplo a atração de grandes investimentos ligados à tecnologia como a Atus e a Tata.

Internacionalização – No mesmo dia, a partir das 19h30, também no Anfiteatro do Cesa, estudantes do curso de Direito da UEL participam de um debate com o embaixador Alexandre Addor Neto sobre internacionalização. Segundo a diretora do CESA, professora Tânia Lobo Muniz, uma das linhas de pesquisa da Pós-graduação em Direito Negocial tem as Relações Negociais como linha de pesquisa. A ideia é que o palestrante convidado traga informações para os estudantes de graduação e de Pós-graduação sobre globalização, fluxos de comércio internacional e demais temas relacionados.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.