Skip to content

DNA Rock Paraná

“Fala meninas e meninos do ROCK!

Eu sou o Rogério! Eu sou a Angela!

E está começando mais uma edição do! DNA Rock Paraná!”

Para quem ainda não está “ligado”, esse é um programa apresentado por esse que vos escreve e Angela, minha “gata”, divulgando a “Cena Autoral Independente do Paraná”. O programa acontece toda quarta-feira as 19h pela Antena Zero

Tudo começou no final de 2019. Em 2020 veio pandemia loca. Isolamento, reorganizar a vida, curtir nosso casamento e evoluir. A gente estava cansado de tudo, então como tínhamos que ficar em casa, cada um resolveu fazer o que não fazíamos à tempos, que era viver! Angela foi fazer as “paradas” dela e eu as minhas, que se resumiu em fazer só o que estávamos a fim e não o que éramos obrigados.

Rogério e Angela – Foto: Acervo Pessoal

Com a ajuda do meu primo, montei um canal no YouTube chamado “Histórias de Rock. Simples, direto”, contando um pouco dos shows que fui e falando dos discos do meu pequeno acervo. Fiz um Instagram do “histórias” e comecei a ir atrás das bandas que não conhecia. Nessa “mão”, eu conheci as Ratas Rabiosas, virei fã e entrei em contado com “Angelita”, que é baixista das Ratas, para comprar camiseta e CD da banda. Na “bio” dela estava escrito: “Locutora na rádio Antena Zero”. Claro que eu fui escutar a rádio, pois não conhecia. Cara! Sabe aquela energia boa que as vezes a gente sente? Que ali tem uma coisa especial, que você não sabe o que é, mas sabe que vai dar bom? Eu senti isso com a “AZ”. Angela então, resolveu montar uma loja virtual, eu sugeri que ela colocasse a propaganda da loja na rádio, ela topou! Lá fui eu entrar em contato com Angelita, que me passou o contato de “Flávio Chiclet”, dono da rádio. Quando eu falei com o cara, meu camarada! Eu senti aquela mesma “energia boa” querendo explodir. Tudo acertado, propaganda no ar e assim se passou um ano.

Em 2020 e já com uma amizade consolidada com a galera da rádio, surgiu a ideia da Angela e a Barcellos nossa amiga, de fazerem um programa juntas, divulgando bandas independentes só de “minas” da “América Latina”. Por motivos pessoais, Barcellos não pode levar o projeto adiante. Foi nessa que tive a ideia de fazer um programa junto com a Angela, divulgando a cena autoral independente do Paraná. Fiquei tão feliz que ela topou que…

Agora só faltava o nome do programa, nenhum nome que a gente propunha era legal. Até que comentamos do programa com a Rubia Oliveira Barreto, que nada mais é que a baixista da banda Cigarras meu camarada! No outro dia Rubia veio com o nome: DNA Rock Paraná! Cara, além de amiga, Rubia é simplesmente a madrinha do DNA! Ah! E de tabela o nome dessa coluna também é dela. Resumindo, ela é madrinha dos dois trabalhos. (Gratidão, Rubia!)

Conversamos com o Flávio que gostou da ideia, do nome e pediu para entrarmos em contato com Rodrigo Fogo que edita os programas da rádio, inclusive o “Scandurrices” do grande Edgar Scandurra, guitarrista do “Ira”. Rodrigo Fogo nos deu toda ajuda que precisávamos e lógico, nos dá até hoje! E assim gravamos um programa “piloto”. Na nossa cabeça, achávamos que o programa iria passar por uma avaliação e depois gravaríamos o da estreia se fosse aprovado, mas que nada! Mandamos o piloto para o Rodrigo Fogo que editou, gostou, aprovou e lá vamos nós falarmos com o Flávio Chiclet. Foi muito “loco” isso! Nós estávamos inseguros e meio que com medo, mas Chiclet falou: “Se Rodrigo aprovou, então tá aprovado. O programa estreia na quarta às 19h”.

Cara! Foi uma alegria tão, mas tão grande que a gente não se “cabia em si”.

O mais legal ainda é que estreamos no mesmo dia que só tem programa foda! Como o: “Arriba las Mujeres” e “Scandurrices”. Aí foi só seguir as orientações de Rodrigo Fogo!

Hoje, quarta-feira (29), entramos na décima nona edição do DNA Rock Paraná… Tem sido um prazer imenso! Estamos tocando tantas bandas e projetos tão fantásticos, que pra gente é uma honra! Conhecemos tantas pessoas legais, tanta banda foda, tantos projetos fodas que seria injusto com todos citar alguns deles. Mas quem está acompanhando o D.R.P, sabe do que estamos falando.

Bandas maravilhosas, até algumas delas antes de lançarem seus novos materiais nas plataformas digitais, tanto o clip quanto a música, disponibilizaram pra gente em primeira mão, estrearem seus novos trabalhos no D.R.P. Pra gente é uma honra e uma alegria imensa, receber esse presente e confiança dessas bandas que a gente curte muito! Eu e a Angela tentamos sentir a alegria e a emoção que a rapaziada sente ao ouvir sua “Obra” sendo tocada na rádio. Isso não tem preço!

Estamos muito satisfeitos e felizes em contribuirmos, pelo menos nessa uma hora de programa, com a cena independente. Cena essa que é: “tinhosa, arretada, sincera e amiga, a cena que todas as bandas remam juntas e dão seu melhor”.

Nós do DNA Rock Paraná, desejamos por mais programas assim: que as rádios webs abram cada vez mais espaços para cena independente, com RESPEITO e HONESTIDADE que a cena merece! Por mais matérias em jornais sobre Rock e outros gêneros musicais.

Que fique bem claro que a coluna de hoje, não é para exaltar o nosso programa! O D.R.P não é nosso e sim de vocês! Essa coluna é para Cena Autoral Independente não só do Paraná e sim do Brasil. Ela é também um agradecimento ao @olondrinensejornal por me dar essa oportunidade de falar do ROCK! Um agradecimento a @radioantenazero pela oportunidade de divulgar a Cena Autoral Independente do Paraná! Um agradecimento a todas as bandas e projetos que tocaram, vão continuar tocando e pelos os que ainda estão por vir… Valeu a todos, vocês são FODA!

Viva a “Cena Autoral Independente do Paraná!!”

Viva a “Cena Autoral Independente do Brasil!!”

Viva as “meninas e os meninos do Rock!!”

BORA PRO ROCK!!!

Rogerio Rigoni


Foi comerciante a vida toda, se rebelou e assumiu seu lado de escultor. A música que sempre foi sua paixão! Rock and roll na vida e na arte!

Foto: Isis Sophia

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.