Skip to content

PR começa distribuir insumos

Quatro caminhões saem neste sábado de Curitiba para levar insumos às 20 Regionais da Saúde

Agência Estadual de Notícias

O Governo do Estado inicia neste sábado (16) a distribuição da primeira remessa de insumos destinados à vacinação da Covid-19 no Paraná. A operação logística é da Secretaria Estadual da Saúde. Quatro caminhões sairão pela manhã da central de abastecimento e suprimentos da Secretaria da Saúde, no Jardim Botânico, em Curitiba, rumo ao Interior, carregados com 2,2 milhões de itens que serão entregues a 20 Regionais de Saúde do Estado.

Apenas duas Regionais, a Metropolitana e a de Paranaguá, pela proximidade com central da Saúde, receberão os materiais na segunda-feira (18). A expectativa é que até a noite de segunda todo o material já tenha sido entregue.

O planejamento do Governo do Estado aponta para a vacinação contra a Covid-19 de aproximadamente 4 milhões de pessoas no Paraná até o fim de maio. Como o processo estadual vai seguir o Plano Nacional de Imunização (PNI) elaborado pelo Governo Federal, a tendência é de que a aplicação das doses comece já na próxima semana, abrindo os trabalhos pelos grupos considerados prioritários.

De acordo com o Plano Estadual de Imunização (PEI), a vacinação começará por profissionais da saúde que estão linha de frente do combate ao vírus, formado por 272.817 pessoas; população indígena mapeada em 30 municípios paranaenses (10.565 pessoas); idosos institucionalizados (moradores de asilos e casas de repouso) com 60 anos ou mais (12.224 pessoas), além de quilombolas e comunidades tradicionais ribeirinhas, quantidade que ainda está sendo contabilizada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Na primeira remessa de insumos seguirão 506.400 unidades de seringas 25 x 0,6; 509.600 unidades de seringas 25 x 0,7; 150 mil unidades de máscaras descartáveis, 4 mil unidades de máscaras Face Shield e 30 mil aventais. Além destes materiais, foram enviadas mais de 1 milhão de carteirinhas de vacinação.

“O Paraná vem se preparando há meses para este momento. E agora, com a previsão da chegada das primeiras doses da vacina, já estamos encaminhando o reforço de insumos aos municípios, por meio das Regionais de Saúde. O Estado está preparado para a imunização contra a Covid-19 e conta com 1.850 salas de vacinação e equipes profissionais capacitados para este trabalho”, afirmou o secretário da Saúde, Beto Preto.

SUPORTE – A entrega do material terá o acompanhamento da Secretaria de Estado Segurança Pública, com as Polícias Civil e Militar. “Equipes de segurança darão todo o suporte a esta operação de entrega para garantir que o material chegue às regionais. Contaremos com o apoio das  Polícias Militar e Civil e também da Defesa Civil”, explicou o secretário de Estado da Segurança Pública, Rômulo Marinho Soares.

O coordenador de Material e Patrimônio da Secretaria da Saúde, Evandro Wisnicwski, ressaltou outro ponto de segurança no deslocamento: todos os caminhões que farão as entregas dos insumos durante a vacinação estão equipados com rastreadores. “São dezenas de profissionais da coordenadoria envolvidos nas etapas de compra, recebimento, armazenamento e no envio de materiais para as Regionais de saúde do Paraná”, relatou.

TOTAL – O Estado já conta com um estoque de 11 milhões de seringas e agulhas e outras 16 milhões estão em fase final de aquisição. O material garante as duas doses de vacinação para os todos paranaenses.

Os itens que serão utilizados na vacinação estão armazenados em dois pontos centrais de Curitiba: além da central de abastecimento e suprimento da Secretaria da Saúde, o Ginásio do Tarumã, cedido pela Paraná Esportes, para esta finalidade. A Central também armazenará as doses das vacinas assim que chegarem ao Paraná.

“Temos capacidade para aplicar a primeira dose em toda a população da primeira fase da vacinação do Paraná, no mesmo dia. A logística planejada pelas equipes e profissionais da Secretaria garante que o paranaense possa receber a vacina rapidamente e perto da sua casa, sempre na unidade básica de saúde, nas salas de vacinação, local de referência histórica para a população”, disse Beto Preto.

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.