Já ouviu falar de Risco País e Risco Brasil? Entenda

A classificação chamada risco-país é medida em pontos e implementada por J.P. Morgan Chase, um banco global de serviços financeiros que fornece soluções para as empresas, governos e instituições mais importantes do mundo em mais de 100 países.

É um indicador do grau de instabilidade econômica em que o país se encontra. Pode-se entender que é o risco que o investidor estrangeiro está relacionado à possibilidade de inadimplência da dívida do país.

Esse cálculo é realizado desde 1993 e é responsável por reportar o EMBI + (traduzido como índice de títulos de dívida de mercados emergentes) em pontos, que estima o desempenho diário dos títulos de dívida de mercados emergentes (caso brasileiro), quando comparado aos títulos do Tesouro dos EUA (considerados os mais seguros).

A interpretação é que a cada 100 pontos o governo tem que pagar 1% a mais de juros como país de referência, no caso os Estados Unidos, para segurança do investidor.

Um rápido quizz, nessa circunstância, qual é a alternativa correta em relação a avaliação do J.P. Morgan Chase atualmente do Brasil?

a) Abaixo de 200 pontos
b) Entre 200 a 500 pontos
c) Entre 500 a 1000 pontos
d) Acima de 1000 pontos

A resposta está no final do texto. E, portanto, o Risco-Brasil é um indicador que expressa, de forma objetiva o risco que o investidor estrangeiro assume ao investir no país. Quanto maior o risco (maior a pontuação), menor é a capacidade de atração do país do investimento estrangeiro, ou seja, menor é a sua confiança.

O impacto na economia de classificar o país como um “risco perigoso” é que a principal consequência é uma contração dos fluxos de investimento estrangeiro e uma desaceleração do crescimento econômico, o que acaba levando a um aumento da taxa de desemprego.

Destaca-se, porém, que o J. P. Morgan Chase, ao contrário de outras agências de classificação de risco que fazem com letras (AAA, BBB, CCC), é feito pontuando, diariamente, como 100 pontos, 200 pontos, e assim por diante.
Por exemplo, no Brasil, esta semana estava em torno de 320 pontos (acertou quem pensou a alternativa B), e em setembro de 2002 estava perto de 2.500 pontos. Portanto, em certa medida, hoje é considerado mais seguro em relação ao período citado.

Se quiser conferir a pontuação diária do Brasil desde 1994 acesse este site.

Fique por dentro. Boa semana. Gratidão!

Professor de Administração na UNICENTRO – Universidade Estadual do Centro Oeste /PR. Economista formado pela UEL. Pós-doutor em Gestão Urbana pela PUCPR.
Mande sua sugestão ou dúvidas para prof.claudio.unicentro@gmail.com. Acompanhe meu canal do YouTube e minhas redes sociais Linkedin, Facebook Instagram.

Foto: Pexels

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *