Como está a inflação no Brasil e no mundo? Entenda!

Por Cláudio Chiusoli

A inflação é entendida como um aumento no preço de bens e serviços, basicamente por dois motivos: alta dos custos das matérias-primas ou pela demanda do consumidor.

No Brasil, notícias indicam que o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) atingiu alta acumulada de 4,78% em 2022 e 11,73% nos últimos 12 meses.

E o IGP-M ficou em 0,52% em maio e atingiu alta de 7,54% no ano e 10,72% no acumulado de 12 meses. Nada mal, pois em maio de 2021, acumulou alta de 37,04% em um período de 12 meses.

Às vezes, em conversas com amigos, muitos culpam a situação do Brasil, mas isso é só aqui?

Absolutamente não! Este é um problema global. Confira alguns dos países.

A inflação nos EUA atingiu 8,3% nos últimos 12 meses, o nível mais alto desde 1981.

No México, a inflação nos últimos 12 meses atingiu 7,6%.

O índice de preços ao consumidor na China subiu 2,1%, enquanto o do Japão subiu mais de 2% pela primeira vez em 13 anos.

Na Alemanha, a inflação acumulada em 12 meses foi de 7,9%, a mais alta em quase 50 anos.

Em Portugal, o índice de preços ao consumidor situou-se em 7,2%, o nível mais elevado desde março de 1993.

Na Itália, a inflação atingiu a máxima de 36 anos em maio, acumulando 7% ao ano. Na Inglaterra acumula 6,1% e na Austrália, 5,1% nos últimos 12 meses.

Para piorar a comparação, a taxa de inflação da Argentina nos últimos 12 meses atingiu 60,7%, o nível mais alto dos últimos 30 anos, enquanto o índice de inflação da Turquia é de 61,1%.

Pode-se observar que o aumento global é causado por vários fatores, como a epidemia doméstica, o aumento contínuo dos preços internacionais das matérias-primas e os custos crescentes de energia, petróleo e commodities. E para, ainda, contribuir a guerra entre Ucrânia e a Rússia.

As medidas que os governos mundiais estão tomando é aumentar as taxas de juros. Aqui, no Brasil, a taxa Selic está em 13,25% ao ano.

Fique por dentro. Boa semana. Gratidão!

Cláudio Chiusoli

Professor de Administração na UNICENTRO – Universidade Estadual do Centro Oeste /PR. Economista formado pela UEL. Pós-doutor em Gestão Urbana pela PUCPR.
Mande sua sugestão ou dúvidas para prof.claudio.unicentro@gmail.com. Acompanhe meu canal do YouTube e minhas redes sociais Linkedin, Facebook Instagram.

Foto: Pexels

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.