É viável buscar alternativa de energia solar? Entenda

Como todos sabemos, a energia solar fotovoltaica é gerada por painéis que normalmente são instalados nas coberturas das construções residenciais e comerciais.

Esses painéis absorvem a luz solar e a convertem em energia elétrica utilizada. Até poucos anos atrás, não era fácil encontrar um fornecedor para instalar painéis solares em substituição à energia elétrica, e o preço era muito alto.

Hoje a realidade mudou, já existem muitas empresas oferecendo essas soluções e o investimento está mais acessível. Melhor ainda, é possível obter financiamentos com prazos e parcelas suficientes para fazer frente à conta de luz atual.

Os principais benefícios incluem:

a) Economia nas contas de energia imediatamente: a maior parte do uso de energia é gerada por painéis solares, o que reduz muito suas contas de energia.

b) Energia limpa e inesgotável: a energia solar é limpa, renovável e não agride o meio ambiente.

c) Compartilhamento de energia com outras unidades consumidoras: a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou a geração compartilhada de energia. Na prática, permite que dois ou mais unidades consumidoras compartilhem os custos e a energia gerada por um único sistema, quando for para o mesmo CPF ou CNPJ.

d) Manutenção preventiva com custo acessível: exige limpeza dos painéis solares devido ao depósito de poeira, folhas e excrementos de pássaros.

e) Retorno do investimento: o investimento varia de acordo com a capacidade instalada e as necessidades da demanda de energia, seja residencial ou empresarial. O período de retorno é geralmente entre 3 e 6 anos. Uma conta simples, basta multiplicar o valor da fatura de energia que pagou por 5 anos.

d) Geração de energia com eficiência de 25 a 30 anos: além disso, o fabricante dá garantia de acordo com o tipo de equipamento utilizado.

e) Valorização imobiliária: existe a possibilidade da valorização do imóvel no ato da venda.

f) E não menos importante, nesse momento de crise hídrica, não há dependência e vínculo com bandeira tarifária, bem como o aumento da inflação energética.

Em consulta a um especialista da área, ele mencionou um caso real e esclarecedor:

“A conta mensal de luz era de R$800 e o investimento foi R$30.000. Após a instalação do equipamento, foi reduzida para R$130/mês, uma economia mensal perto de 85% percebida na fatura da energia logo de imediato. Adicionando a prestação do equipamento de R$600 (aproximadamente 5 anos), o gasto mensal passou para R$730, ante os R$800.”

Se for o seu caso, para residência ou empresa, consulte uma empresa especializada.

Pense nisso!

Fica a sugestão. Ótima semana.

Cláudio Chiusoli

Professor de Administração na UNICENTRO – Universidade Estadual do Centro Oeste /PR. Economista formado pela UEL. Pós-doutor em Gestão Urbana pela PUCPR. Facebook: fb.me/claudio.luiz.chiusoli
Instagram: @claudio.chiusoli
Linkedin: https://br.linkedin.com/in/claudio-chiusoli-50819531
Mande sua sugestão ou dúvidas para prof.claudio.unicentro@gmail.com. Acompanhe meu canal do YouTube e minha redes sociais Linkedin, Facebook Instagram.

Foto: Pexels

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *