X Mostra Londrix/ Videopoema anuncia trabalhos selecionados

Curadoria selecionou 20 dos 90 trabalhos inscritos, que serão exibidos no 17º Festival Literário de Londrina. Programação acontece entre 9 e 15 de maio

O LONDRINENSE com Assessoria

A qualidade das experimentações em versos e vídeos impressionou os curadores da X Mostra LONDRIX/ VideoPoema, que selecionaram 20 dos 90 trabalhos inscritos neste ano. A grande procura acarretou o acréscimo de quatro para oito autores, em duas categorias: VideoPoema Declamado ou Recitado e VideoArte.

A modalidade Hip Hop/Slam/Rap, novidade em 2022, contemplou quatro inscrições de Hip Hop. A décima edição consecutiva da Mostra integra uma das mais bem-sucedidas ações do 17º Festival Literário de Londrina/LONDRIX, cuja programação será colocada em prática entre os dias 9 e 15 de maio.

Um dos mais importantes eventos de Londrina, com reverberação nacional, tem a chancela do Programa Municipal de Incentivo à Cultura, o PROMIC. A realização da Mostra é da Atrito Arte Artistas e Produtores Associados (AARPA), em parceria com a Universidade Estadual de Londrina/Museu Histórico de Londrina. O LONDRIX tem direção da produtora cultural, Chris Vianna

A curadoria da X Mostra LONDRIX/VideoPoema foi composta pelo cineasta Carlos Fofaun, pelo escritor Fernando Gimenez e pela escritora Edra Moraes, também coordenadora do evento, originado em 2012.

Os vídeos serão exibidos em telões, durante as atividades presenciais do 17º LONDRIX, e também nas redes sociais (Facebook e YouTube) através de playlist especial disponibilizado pela X Mostra LONDRIX/VideoPoema. Cada trabalho selecionado tem duração de, no máximo, cinco minutos.

HIBRIDISMO DE POESIA E TECNOLOGIA

Para a idealizadora e coordenadora da Mostra VideoPoema, Edra Moraes, o impressionante número de inscrições se deve, especialmente, às novas ferramentas disponíveis na internet. O rigor estético, aliado à criatividade, segundo ela, é um “retrato atualizado” do que está sendo feito no hibridismo de poesia e tecnologia.

Diz ela: “A qualidade dos trabalhos enviados é surpreendente. Isso demonstra a excelente interação audiovisual entre a palavra escrita ou imaginada e as novas formas de expressão, oferecidas pela internet”.

Entende-se por VideoPoema o trabalho em vídeo que parta de um poema, podendo se encaixar em alguns dos seguintes termos: poesia eletrônica; new media poetry (traduzido como “poesia das novas mídias”); poemas fílmicos; cine-videopoesia; infopoesia ou computer poetry; e poesia multimídia para designar videopoemas e clipoemas, considerados sinônimos,

HOMENAGENS

A exemplo das edições anteriores, a Mostra irá homenagear um trabalho de VideoPoema. O texto escolhido para a décima edição é “Londrina em Quatro Atos”, do consagrado escritor e dramaturgo Renato Forin Jr.

Versos do autor converteram-se em quatro poemas sinfônicos, compostos por Daniel Simitan e Erisla Pastore. Execução da Orquestra Acadêmica Bravi. A direção artística é de Jhonatan Santos e a produção, de Thalita Deldotti.

Trata-se de um tributo literário-cênico-musical aos 87 anos de fundação de Londrina. O poema sinfônico narra, através de versos e acordes, a trajetória de uma senhora que chega aos 87 anos de idade, internada na UTI de um hospital, acometida pela Covid-19.

Lá, ela rememora lembranças, afetos, sacrifícios, numa trajetória lírica e igualmente dolorida. “Londrina em Quatro Atos” estreou no dia 15 de dezembro do ano passado, de forma virtual.

Haverá também uma homenagem especial à professora de Língua Portuguesa e Literatura, Franciela Zamariam, pelo trabalho desenvolvido na Oficina Ateliê Literário, desde meados do ano passado.  As atividades, ministradas no contra turno escolar, são aplicadas semanalmente por meio do NAAHS (Núcleo de Atendimento às Altas Habilidades / Superdotação).

Em Londrina, participam ao menos 30 estudantes, que semanalmente se reúnem presencialmente no Colégio Estadual Newton Guimarães e no Colégio Estadual Vicente Rijo. Estudantes de várias cidades paranaenses, cerca de 90 jovens, integram a oficina de forma remota.

AUTORES E TRABALHOS SELECIONADOS

CATEGORIA VIDEOPOEMA DECLAMADO/ RECITADO

Sabrina Gesser, Vanessa Batista de Oliveira, Keli Vasconcelos, Ibriela Bianca Berlanda Sevilla, Sérgio Murilo, Douglas Pereira de Souza, David Ehrlich e Tatiana Carla Ribeiro Viegas. Seleção especial/ Poesia de Todos os Tempos: Leonilda Yvonnete Spina (“Rosa dos Ventos”)

CATEGORIA VIDEOARTE

Carol Lach (“Ela Sente”), Aldo Medeiros Bonfácio (“Minha Cabeça”), Renata Marques Pereira Ruiz (poema “Exata e Parida”, de Marcos Cestari), Ana Talita Borlicoski (“Ode ao Vento”), Elson Froes (“Nas ondas de Codax!”), Herman Augusto Schmitz (“Os Vizinhos Oniscientes) e Marcelo Giovani Barros (“Partida”).

CATEGORIA HIP HOP

Ricardo Lacava: Poesia de Rua/Pichações 1 (“Quem Roubou a Lua? ”) e Poesia de Rua/Pichações 2(“Hip Hop Sanca”), “Dissprezo ao Presidente” (Cão, autor e intérprete) e “O Amor Chega Antes” (Anderson Marta Valfré).

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.