Volta às aulas 100% presenciais na rede municipal começa nesta quinta-feira (3)

Secretaria de Educação garante que retorno seguirá todas as normas de segurança e proteção, assim como os Planos de Biossegurança de cada unidade de ensino

O LONDRINENSE com assessoria

Os cerca de 46 mil alunos da rede municipal de ensino retornarão obrigatoriamente às aulas presenciais nas escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) de Londrina nesta quinta-feira (3). A medida havia sido anunciada na última sexta-feira (25), pelos secretários municipais de Educação, Maria Tereza Pachoal de Moraes e de Saúde, Felippe Machado.

Durante o mês de fevereiro, os pais e responsáveis pelas crianças tiveram a opção de que elas permanecessem em casa, onde deveriam realizar atividades e tarefas retiradas pelas famílias nas unidades de ensino. Porém, a partir de agora a opção acabou, com exceção dos estudantes que possuem comorbidades ou restrições médicas.

Até o momento, cerca de 98% das famílias já aderiram ao ensino presencial. Com o retorno, os professores corrigirão as atividades dos alunos que haviam permanecido em suas residências, e atribuirão créditos de presença aos que as completaram corretamente. Já os estudantes que não fizeram as tarefas terão que repor esse conteúdo, conforme definido por cada unidade.

De acordo com dados divulgados pelas secretarias municipais de Saúde e Educação, a incidência de Covid-19 na rede municipal de ensino é de 425 casos, registrados em fevereiro, para uma população de 51 mil pessoas, entre alunos e professores. A taxa verificada na rede municipal, que corresponde a 0,83% dessa população, é significativamente menor que a de Londrina em geral, que apresentou 15.119 casos para um total de 570 mil habitantes no mês passado, perfazendo um índice de 2,65%. Nenhum dos casos positivos teve origem nas escolas e creches municipais, sendo que os contágios ocorreram em outros ambientes.

“Considerando esses números, que estão sendo monitorados junto com a Secretaria de Saúde, e o fato de que Londrina já ultrapassou a marca de 20 mil crianças vacinadas, estamos em um momento seguro para o retorno presencial. Todas as escolas contam com seu próprio Plano de Biossegurança, elaborado com base nas suas características específicas. Além disso, a Secretaria de Educação estabeleceu medidas de proteção que incluem o uso de máscaras para todas as crianças acima de dois anos, professores e funcionários, assim como o distanciamento social e a disponibilização de álcool em gel”, frisou a secretária municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes.

Ainda segundo Moraes, caso algum aluno apresente sintomas respiratórios ou seja diagnosticado com Covid-19, ficará afastado durante o período indicado pelo médico e fará suas tarefas em casa, tendo atividades de reposição posteriormente.

Foto: Emerson Dias/N.COM

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.