Veja dicas de quem entrou no mercado de criptomoedas

Fiz um bate papo com quem tem experiência e estuda o mercado de criptomoedas desde 2016 e que, inclusive, hoje dá consultorias na área de cripto, Vitor Cassa. Ainda baseado na vivência, escreveu um livro com o objetivo de apresentar as criptomoedas de uma forma simples, demonstrando que não se trata de algo complicado como é visto pela maioria das pessoas. Após alguns questionamentos deixo um resumo dos principais tópicos abordados.

Pergunta: Quando começou a estudar o mercado de criptomoedas e o que motivou?
Resposta: Sempre tive enorme interesse no mercado financeiro e estudava todos os dias sobre o assunto, e no final do ano de 2016 me deparei com uma moeda 100% digital, o bitcoin, e que valia algo em torno de R$ 1.500,00 na época. O valor do ativo me chamou grande atenção e despertou uma grande curiosidade em minha cabeça: Como um ativo que é totalmente digital pode valer tanto assim?

Pergunta: Você investe nesse mercado e quais foram as suas primeiras preocupações e impressões?
Resposta: Posso me considerar um grande entusiasta desse mercado de criptoativos, acredito muito na tecnologia e que a inovação veio para ficar. E, diferente de muitas pessoas, que ao conhecerem ou ouvirem falar sobre bitcoin pela primeira vez ficam com um pé atrás, acham que não funciona ou qualquer coisa do tipo, achei algo extremamente interessante e que valeria ser estudado.

Pergunta: Afinal, acredita que é um mercado promissor em que a pessoas podem ver como alternativa de investimento?
Resposta: Sim, com toda certeza! No entanto recomendo que as pessoas que desconhecem esse mercado, invistam apenas uma quantidade que não fará falta e que possam deixar a médio/longo prazo. Por se tratar de um ativo novo, a oscilação de preço é muito maior que nos mercados de renda variável tradicionais.

Pergunta: Algum case de sucesso desde que começou a estudar Bitcoin?
Resposta: Sim! Em minhas consultorias, ensino as pessoas tudo que elas precisam saber sobre como funciona essa tecnologia, como comprar, vender e como armazenar de forma segura. E muitas dessas pessoas tiveram bons resultados investindo nesse mercado.

Pergunta: E o que motivou a escrever o livro sobre Bitcoin?
Resposta: A motivação principal era a vontade de divulgar essa nova tecnologia para o maior número de pessoas possíveis, de forma correta, simples e objetiva, visto que hoje quase ninguém sabe ainda o que é de fato o bitcoin.

Pergunta: Que conselhos daria para quem deseja conhecer o mercado de criptomoedas?
Resposta: Estude primeiro sobre o assunto! Cada mercado tem suas próprias características e o de criptomoedas é um mercado novo, que funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano, não tem abertura nem fechamento, não tem feriados, não tem Circuit Breaker e é muito mais volátil que outros mercados mais conhecidos. Muitas pessoas abandonam esse mercado, pois entram sem o mínimo de conhecimento e acabam se frustrando, mas todas essas características que geram essa decepção para alguns investidores também trazem grandes oportunidades para aqueles que entendem seu mecanismo de funcionamento.

Espero que possa ajudar e estimular os interessados que desejam entrar nesse mercado.

Fica a leitura e dica da semana. Gratidão!!!

Cláudio Chiusoli

Professor de Administração na UNICENTRO – Universidade Estadual do Centro Oeste /PR. Economista formado pela UEL. Pós-doutor em Gestão Urbana pela PUCPR.
Mande sua sugestão ou dúvidas para prof.claudio.unicentro@gmail.com. Acompanhe meu canal do YouTube e minhas redes sociais Linkedin, Facebook Instagram.

Foto: Pixabay

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *