Último final de semana do 17º Londrix terá atividades para todos os públicos

Programação deste sábado (14) e domingo (15), no Museu Histórico de Londrina, inclui bate-papo, lançamentos, performances e shows

O LONDRINENSE com assessoria

Diversas atividades vão acontecer neste sábado (14) e domingo (15), último final de semana do 17º Festival Literário de Londrina (Londrix). Hoje (14), a programação começa às 15 horas e se estende até às 19 horas, com bate-papo, lançamento de livros e performance artística. E domingo (15), último dia do 17º Londrix, as atividades começam às 16 horas e prosseguem até às 18 horas.

Estão agendadas ações infantis, contação de história, o projeto “Assalto Literário”, exibição dos curtas do projeto “Poesia Voando”, feira de livros e até shows.

Todas as atividades serão realizadas no Museu Histórico de Londrina Padre Carlos Weiss, que fica na Rua Benjamin Constant, 900. O acesso se dá pelo portão da Avenida São Paulo, em frente ao Terminal Urbano.

O Londrix tem patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic). A realização é da Atrito Arte Artistas e Produtores Associados (AARPA). O Festival Literário conta ainda com parceria da Universidade Estadual de Londrina, via Museu Histórico de Londrina e Atrito Arte Editora, além de apoio cultural da Cultura Inglesa de Londrina. A 17ª edição do Londrix tem direção de Chris Vianna.

Confira a programação deste final de semana:

Sábado (14)

15 horas – Bate-papo: “O Ego e o Ludus na Formação do Leitor”, com Franciela Zamariam – A conversa com a professora de Língua Portuguesa tem como objetivo divulgar as ações literárias desenvolvidas nas aulas de Língua Portuguesa, que não se restringem ao meio escolar, porque passam a fazer parte da construção dos indivíduos leitores.

As obras levadas para a sala de aula são sempre clássicas universais, no entanto, dessacralizadas ao serem reconstruídas sob o prisma do leitor, em atividades lúdicas de grande profundidade.

Franciela Zamariam coordena a Oficina Ateliê Literário, desde meados do ano passado.  As atividades, ministradas no contra turno escolar, são aplicadas semanalmente por meio do Núcleo de Atendimento às Altas Habilidades/Superdotação (NAAHS).

Em Londrina, 30 estudantes, que semanalmente se reúnem presencialmente no Colégio Estadual Newton Guimarães e no Colégio Estadual Vicente Rijo. Estudantes de várias cidades paranaenses, cerca de 60 jovens, integram a oficina de forma remota. Alunos da professora também participam da X Mostra Londrix de Videopoema.

Na sequência, haverá o lançamento do livro “Cenas do Silêncio”, da poeta Theodora Marques Ramos. A generosidade pessoal e literária da poeta Theodora Marques Ramos, carinhosamente chamada de Dora, é exaltada no prefácio de seu livro “Cenas do Silêncio”. Escrito em 2021, o texto é de autoria de Oriovisto Guimarães, seu irmão, membro da Academia Paranaense de Letras e senador. ”Ela [Dora] nos torna mais humanos e nos ensina que não estamos sós”, ressaltou Guimarães, que trata a irmã como “poetisa”.

16 horas – Bate-papo: “Arte do Romance”, com Marco Fabiani – A partir de sua experiência, o escritor fala sobre o processo de criação de um romance. Às 17 horas, ele lança o livro “O Lugar das Cinzas”, romance que revela as contradições humanas da colonização do Norte do Paraná. Leituras de fragmentos do livro serão feitas pelo jornalista e ator Apolo Theodoro e pelo ator Donizete Buganza.

Luna Vitrolira -Foto: Divulgação

19 horas – Bate-papo: “Poesia da Vozcom Luna Vitrolira e mediação de Chris Vianna. Resgatando as tradições da oralidade brasileira, a poeta Luna Vitrolira fala sobre sua arte de unir poesia e música no combate ao racismo. Na sequência, haverá a performance “Aquenda – o amor às vezes é isso”.

Domingo (15)

16 horas – Abertura das atividades com “Baladas Para Não Dormir”, pocket show com Kaio Miotti – O cantor, instrumentista e compositor irá apresentar um repertório composto, segundo ele, por Folk Blues Brasilies. O show harmoniza protestos e amores resolvidos com a intensidade dos que sofrem com a dor e a beleza da vida.

16H30 – Assalto Literário/Declamação e distribuição de livros – Atividade realizada em locais como feiras, praças e espaços públicos em que o grupo de “assaltantes” constituído por escritores e artistas, em vez de subtrair bens e valores, declama poesias e distribui livros. O Assalto Literário acontece desde 2011 e já distribuiu 13 mil livros de contos, crônicas, romances, poesias e textos dramatúrgicos. Trata-se de uma parceria com o projeto Atrito, Arte em Movimento. Recebeu, em 2012, o Prêmio Todos por um Brasil de Leitores, do Minc.

17 horas – Performance da Cia. Andanças das Histórias – A Cia. Andanças das Histórias é formada por dois artistas que desenvolvem trabalhos solos e resolveram se unir pelo amor de contar histórias. Diego Loman é palhaço, contador de histórias e educador popular. Thainara é produtora cultural, atriz e contadora de histórias; juntos, eles desenvolvem trabalhos de contação de histórias que abordam a cultura popular brasileira, como o espetáculo “Diz que era uma vez”, o podcast “Rádio das Histórias” com primeira e segunda edição e o projeto “O voo de Minervina”.

Cia Andanças das Histórias – Foto: Divulgação

17h30 – Contação de História– A multiartista Edna Aguiar conta a história “Ifá – O Presente de Oxum”, em que narra o nascimento do orixá Oxum. A performance integra o projeto “Preta do Leite Contando e Cantando Ancestralidades da Cultura Iorubá”, idealizado por Edna Aguiar, atriz, cantora contadora de histórias, professora e pesquisadora da cultura popular.

18h30 – “Vinicius Moraes e Outras Bossas”, pocket show de encerramento do 17º Londrix – Com o cantor Antônio Mariano Júnior e o violonista Daniel Merlini. Ambos interpretam canções e poesias de Vinicius de Moraes. No repertório, clássicos compostos por Vinicius com diversos parceiros.

Foto: Divulgação

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.