Skip to content

Jordânia além de Petra: destino turístico religioso

Eleita a segunda dentre as Nova Sete Maravilhas do Mundo Moderno numa votação pela internet feita em 2007 e cenário da novela Viver a Vida, protagonizada por Taís Araújo, em 2009, na TV Globo, Petra é dos destinos turísticos mais famosos da Jordânia. Entretanto, o pequeno país do Oriente Médio, cuja capital é Amã e tem pouco mais de 10 milhões de habitantes, vai além do turismo convencional. A Jordânia guarda atrações carregadas de espiritualidade e é por esse motivo que muitos turistas viajam para lá.

Por enquanto, há restrições moderadas para viajar à Jordânia, obviamente. Desde o início da pandemia, pouco mais de 338.322 pessoas foram infectadas com o coronavírus, de acordo com um levantamento global feito pela agência de notícias Reuters. Diante disso, o país de 10 milhões de habitantes limitou a entrada de viajantes e impôs alguns protocolos, como a obrigatoriedade de apresentar um atestado médico com resultado negativo no teste PCR para coronavírus emitido, no máximo, 72 horas antes. Além disso, a Jordânia iniciou a vacinação da população em 15 de janeiro, incluindo imigrantes, pretendendo imunizar, ao menos, um quarto do total.

Petra – Foto: Pixabay

Mas, independentemente disso, a Jordânia continua sendo um destino que deve ser incluído em seu roteiro de viagem. No final do ano, por exemplo, já há grupos e peregrinações que devem embarcar para o país do Oriente Médio. Lá, você encontrará a cidade jordaniana de Petra, que é linda, não há dúvidas. O sítio arqueológico, que no passado remoto foi a capital do povo nabateu, cerca de 300 a.C., tem tumbas, templos e monumentos esculpidos nas pedras de arenito cor-de-rosa, o que a fez ganhar o apelido de Cidade Rosa.

Gerasa -Foto Pixabay

Mas, tem muito mais que isso! Entre os pontos citados na Bíblia está o “milagre dos porcos”. Em Marcos, capítulo 5 versículos de 1 a 20, o livro sagrado conta sobre a expulsão de uma legião de demônios que estava em dois homens e foi parar numa manada de porcos. O ocorrido teria sido registrado em Gerasa, uma cidade que fica na Jordânia, onde hoje existe um local para lembrar do fato: Umm Qais, com uma vista linda, aliás!

Também está na Jordânia o Monte Nebo, que tem cerca de 817 metros de altitude e é, segundo os relatos bíblicos, o local de onde Moisés avistou a Terra Prometida e onde acabou morrendo, sem que até hoje ninguém saiba onde está enterrado. De fato, dali é possível avistar uma parte da Terra Santa (as cidades de Jericó e de Jerusalém podem ser vistas em dias de céu limpo), onde hoje é Israel, e uma parte limitada do vale do rio Jordão, que divide os dois países e é o local onde foi realizado o batismo de Jesus Cristo. Tanto a Jordânia quanto Israel têm pontos de visitação e turismo no Rio Jordão.

Lá no país ainda é possível visitar o santuário de Nossa Senhora do Monte, localidade por onde Maria e Jesus passaram durante uma viagem a Genesaré, hoje na cidade de Anjara, no Monte Ajloun; e a região de Betânia, onde o profeta Elias subiu aos céus em uma carruagem de fogo, onde está o Rio Jordão, local do batismo de Jesus, e onde estão as ruínas do castelo do Rei Herodes, que mandou decapitar João Batista, onde também está a cabeça do profeta primo de Cristo.

Escultura em Monte Nebo – Foto: Pixabay

Ao longo dos 30 anos de trabalho com o turismo religioso, já enviamos muitos passageiros à Jordânia, em viagens conectadas com outros destinos, como Israel ou Itália. A procura, todavia, só tem aumentado. Mesmo com as viagens suspensas pela pandemia, há passageiros na fila de espera e só esperando tudo passar para poderem embarcar. E isso, também, graças ao esforço do governo jordaniano em atrair os turistas para lá. Seja pelo turismo convencional ou pelo lado religioso, o país merece um roteiro de alguns dias. E isso porque nem falamos na gastronomia, que certamente rende outro texto por aí!

Giullia Braile está à frente da TS Brasil, agência londrinense de turismo religioso dedicada a esse ramo há 30 anos, ao lado os pais Rita e Caco Braile.

Foto: Templo de Hércules, em Amã – Pixabay

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.