Trecho da avenida Rio Branco está liberado parcialmente

CMTU libera o trecho que estava interditado para execução do sistema de drenagem, no sentido bairro – centro entre as ruas Tietê e Araguaia

Nesta segunda-feira (13), a partir das 8h30, a Prefeitura de Londrina, por meio da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), libera parte da avenida Rio Branco. A via está em obras para a construção da rede de drenagem e uma trincheira no cruzamento com a Leste-Oeste e, com a evolução de mais uma etapa das intervenções, o trecho entre as ruas Tietê e Araguaia será parcialmente desimpedido na direção bairro – centro. 

Nos primeiros 50 metros da área liberada, o fluxo de veículos seguirá em apenas uma faixa, até que seja finalizada a construção do piso em concreto em frente a um ponto de ônibus instalado no local. Desta área em diante, o tráfego voltará a fluir normalmente, com espaço para dois veículos emparelhados.

Com a abertura, o motorista que vier pela Rio Branco em direção à área central da cidade poderá fazer três movimentos na altura da rua Tietê: virar à direita, à esquerda ou seguir em frente. Já o trânsito desta última via para a Rio Branco continuará permitido somente para conversão à direita, no sentido zona norte.

No encontro com a rua Araguaia, a dinâmica é diferente. O condutor rumo à avenida Leste-Oeste não pode virar à esquerda, restando somente a opção de continuar adiante. No entanto, o que segue no lado contrário tem a possibilidade de acessar a via com destino à Vila Nova.

Devido à execução dos trabalhos de drenagem ainda em curso na pista centro – bairro, o movimento de veículos entre a rotatória da Leste-Oeste e rua Araguaia permanecerá em meia pista. Por ora, não há previsão de quando o fluxo normal será restabelecido no perímetro.

Obra – A trincheira entre as avenidas Rio Branco e Leste-Oeste é uma intervenção que promete transformar o espaço urbano em Londrina. Além de trazer mais segurança a um dos cruzamentos mais movimentados da cidade, deve agilizar os deslocamentos entre a região norte e a área central.

A construção, iniciada em janeiro deste ano, tem investimento do Município na ordem de R$ 25 milhões. Entre as melhorias contempladas no projeto estão a construção de um viaduto com trincheiras, galerias pluviais, nova pavimentação, ciclovia, sistema de drenagem e iluminação pública em LED.

Foto: CMTU

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *