Trânsito no entorno do Bosque Central terá mudanças a partir de amanhã (19)

Intervenções são em decorrência da construção de faixa elevada para pedestres na avenida São Paulo

O LONDRINENSE com assessoria

Por conta das obras de reforma do Bosque Marechal Cândido Rondon, na área central de Londrina, o trânsito no entorno da avenida São Paulo terá alterações a partir de quinta-feira (19).

Haverá pontos de bloqueio e, em alguns trechos, o fluxo de veículos deverá ocorrer na contramão. O objetivo das intervenções é oferecer mais segurança aos pedestres que circulam pela região e operários que trabalham no local.

A expectativa da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), que acompanha as condições de mobilidade nos arredores do bosque, é que os fechamentos durem até domingo (22). A partir de segunda-feira (23), a movimentação de veículos leves deve ser liberada.

Caminhões e ônibus, no entanto, ainda não terão passagem. A entrada desses automotores deverá aguardar até 15 dias, período considerado ideal para a cura completa das obras em concreto.

Restrições e desvios – Para execução da estrutura da faixa elevada que será construída no cruzamento com a rua Piauí, o acesso à avenida São Paulo permanecerá interditado entre a Catedral Metropolitana e a rua Pará.

Do templo religioso até a rua Piauí, somente moradores terão a passagem liberada. A circulação será em mão dupla e o movimento de entrada e se dará pela esquina com a travessa Padre Bernardo Greis.

Entre a Piauí e a Pará, a dinâmica será a mesma. Acesso exclusivo para quem habita a área, com trânsito em duplo sentido de circulação, mas ingresso na via a partir das proximidades do colégio Mãe de Deus.

Para quem vem pela rua Piauí em direção ao bosque, a aproximação deverá ser feita pela rua Prefeito Antônio Fernandes Sobrinho, que margeia a praça Sete de Setembro. Como perto do edifício São Paulo Towers haverá outro ponto impedido, o fluxo na Piauí funcionará em sentido contrário entre a Professor João Cândido e a avenida São Paulo.

Obra – Após a conclusão dos trabalhos na primeira lateral do bosque, será a vez da avenida Rio de Janeiro passar pelas mesmas intervenções. A estimativa é que, também no trecho entre e a travessa Padre Bernardo Greis e a rua Pará, a construção da faixa elevada para pedestres altere o funcionamento do trânsito a partir do dia 26 de agosto.

Foto: Emerson Dias/N.Com

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *