Skip to content

Sinto atração por animais. O que faço?

Por Telma Elorza

“Eu sou uma pessoa com problemas. Sinto atração por homens, mulheres e bichos. Já transei com um cachorro e tenho vontade de transar com animais maiores. Fico excitado só de imaginar. Sei que é crime, mas não consigo me controlar. O que faço?”

Eu pensei muito antes de publicar essa coluna. Porque eu amo animais, sofro com o sofrimento deles e tenho um ódio mortal de quem maltrata um bicho. Não sei o que faria se flagrasse alguém estuprando (sim, é estupro) um animal ou uma criança. Provavelmente, iria presa por homicídio porque não me contentaria em dar uma surra numa pessoa dessas. Mas resolvi publicar porque a coluna é utilidade pública e tem o objetivo de aconselhar leitores que pedem ajuda.

E meu conselho é: se você sente atração por bichos, procure ajuda psiquiátrica urgente.

Porque a zoofilia, além de ser uma parafilia (transtorno sexual que se caracteriza pela preferência ou obsessão por práticas sexuais criminosas como a pedofilia) é crime de maus-tratos que pode gerar pena de detenção de 2 a 4 anos e multa. E na minha opinião, deveria ser enquadrado também como estupro de vulnerável. Qualquer prática sexual em que o parceiro não tem o entendimento necessário – como as crianças, os animais e qualquer pessoa que não tenha condições mentais temporária ou permanentemente – para dar seu consentimento é estupro de vulnerável. É nojento, precisa ser punido e, também, tratado para impedir que venha a cometer ou repetir tal ato.

Sexo é uma coisa boa demais para ser usado para fazer mal a quem não pode ser defender.

Tem dúvidas sobre sexo? Mande um e-mail para telma@olondrinense.com.br

Quem é Tia Telma?

Jornalista, divorciada, xereta por natureza e que sempre se interessou muito por sexo. Com a vida, aprendeu várias coisas, mas a principal é que sexo é uma coisa natural e deve ser sempre prazeroso.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.