Skip to content

Meu marido não sente mais atração por mim

“Meu marido não me procura mais. Já peguei ele várias vezes se masturbando. Nós conversamos e ele me falou que perdeu os desejos por mim, mas que gosta muito de mim. Só que não quer mais sexo comigo. O que faço?”

É possível viver um relacionamento sem sexo? A leitora apresenta uma situação complicada e sem respostas fáceis. Esse caso é bem diferente de um que já foi narrado aqui, nesta coluna. Aliás, a primeira coluna Tia Telma Responde. Naquela, a esposa flagrou o marido se masturbando, mas havia sexo constante entre eles e masturbação não atrapalhava o aspecto físico do casamento. A atual situação é totalmente diversa. Desta vez, o marido reconheceu que não sente mais atração física pela esposa e, para um homem admitir isso, a situação é séria.

Embora não tenha dito sua idade nem o tempo de casamento (embora esses sejam fatores relativos, na questão), a leitora deu a entender que, para ela, o sexo é um aspecto importante em sua vida conjugal. Isso me leva a crer que ela precisa de relações sexuais com uma certa frequência, como qualquer mulher normal e saudável. A falta do sexo não é e nem pode ser considerada normal.

Atualmente, o sexo é um aspecto importante em qualquer relacionamento afetivo, ao contrário de anos passados (e enterrados) quando os principais quesitos para um bom casamento era a procriação e a segurança material. Ter um parceiro que apenas gosta muito da mulher, mas não sente atração, não faz bem a nenhum dos dois. Neste artigo, a terapeuta sexual Juliana Bonetti explica bem o que pode acontecer à relação.

Balança

O que a leitora precisa é pesar sua situação numa balança. O que lhe faz mais falta: um amante ardente na cama ou “um amigo” que lhe quer bem, um companheiro para dividir a casa e a criação dos filhos (se houver), mas não para o sexo? É preciso pesar prós, contras e consequências que advém de cada uma das opções. E fazer sua escolha a partir daí.

Se decidir pelo “amigo”, é importante que analise cuidadosamente o tipo de um relacionamento assim. Ele confessou que não sente mais atração física. O que o impedirá de encontrar outra para satisfazer seus desejos? Duvido que irá se contentar em passar o resto da vida em conjunto apenas se masturbando. Mesmo que seja para o “bem” da família, uma pessoa normal precisa de contato físico. E se decidir pelo amante, bom, a solução é separar e buscar um parceiro que, além de companheiro, também responda ao seu desejo físico, para ter um relacionamento completo.

É claro que, muitas vezes, em situações do tipo – que não é tão rara quanto parece -, o casal consegue uma terceira via em consenso. Principalmente se o amor for forte entre eles. Continuam casados, mas ficam liberados para buscar relacionamentos sexuais fora do casamento. No entanto, essa decisão deve incluir a ambos. Nada vale se só o homem tiver “permissão” para um relacionamento aberto, porque o problema para a mulher vai continuar. Se isso ocorrer, o melhor mesmo é separar e tentar buscar um novo companheiro.

Tem dúvidas? Mande sua pergunta para o email telma@olondrinense.com.br

Quem é Telma Elorza, a Tia Telma?

Jornalista, divorciada, xereta por natureza e que sempre se interessou muito por sexo. Com a vida, aprendeu várias coisas, mas a principal é que sexo é uma coisa natural e deve ser sempre prazeroso.

Compartilhar:

1 comentário

  1. Uma conversa é legal, pode gerar bons frutos, mudar o visual, sair, dar boas risadas… De repente reanima o casal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.