Skip to content

Meu clitóris é muito grande e morro de vergonha

Por Telma Elorza

“Olá, eu gostaria de saber se há alguma cirurgia para reduzir o clitóris. O meu é muito grande, acaba não ficando escondido pelos grandes lábios e quando fico excitada, ele dobra de tamanho, parecendo até um micropênis. Tenho 23 anos e morro de vergonha no sexo por causa disso. O que posso fazer?”

Menina, calma. Antes de pensar em cirurgia, responda as seguintes perguntas: seu clitóris lhe incomoda no dia a dia ou só durante o sexo? Ele fica proeminente em lingeries, biquinis e calças muito justas, como leggings? Causa constrangimento quando vai trocar de roupa na frente de outras mulheres? Se você respondeu a sim à essas três perguntas, recomendo procurar um ginecologista e conversar sobre possibilidade de cirurgia. Sim, ela existe e se chama clitoroplastia, indicada para correções do clitóris. Não sei se é ginecologista ou cirurgião plástico quem faz, mas acredito que o ginecologista pode lhe informar melhor.

LEIA TAMBÉM

Agora, se você respondeu não, eu não aconselho a buscar o procedimento cirúrgico. Porque, como qualquer cirurgia, ele tem riscos. Imagina mexer, sem necessidade, neste órgão que foi criado exclusivamente para nos dar prazer?

O clitóris grande – chamado de Clitoromegalia – geralmente é genético (pode ser que mais mulheres da própria família também tenham). Tanto o clitóris como o pênis são formados pelos mesmos tecidos embrionários, na gravidez, e trazem muita semelhança entre si. Tanto que o chamo de “caralhinho”, kkk. Mas, enquanto nos homens, o pênis fica, em sua maior parte, exposto e dá pra ver bem, o clitóris tem sua maior parte escondida, 90% dentro do corpo da mulher. E ele só foi completamente mapeado em 2005!

Clitóris grande pode ser uma vantagem

Nas relações sexuais, com a excitação, o clitóris dobra de tamanho e isso ajuda na sensibilidade para o orgasmo. Não sei o que acontece com você, mas mulheres com clitóris grande podem ter mais facilidade de chegar ao orgasmo. Fizeram até um estudo sobre isso, na Divisão de Uroginecologia e Reconstrução Pélvica do Hospital Bom Samaritano, de Cincinnati, nos EUA. Ou seja, seu clitóris pode ser uma vantagem para você. Desde que, é claro, você se sinta confortável e relaxada na hora do sexo.

Agora, se você fica preocupada APENAS com que seu companheiro vai achar de ver um clitorão, deixa eu lhe contar uma coisa: homens de verdade não se preocupam com essas coisas. Eles não estão preocupados com nossa anatomia, se estamos gordas, temos celulite ou dobrinhas, se nossa genitália é assim ou assado. Somos nós, mulheres, que encucamos com essas besteiras. E, claro, os caras que precisam de muito esforço para gostar de mulher. Fuja deles!

Eu aposto que seus companheiros de sexo não comentaram nada ou, se comentaram, foi pra elogiar o tamanho. Conversei com três amigos sobre isso e perguntei se um clitóris grande os incomodaria. E a resposta foi a mais positiva possível: para eles, seria ainda mais fácil de achar, pouparia o tempo de procurar e poderia ser “trabalhado” melhor que aquele botãozinho escondido. Resumindo: eles não ficariam preocupados se a namorada, mulher ou amante tivesse um grandão, desde que não fosse maior que o pênis deles. kkkkk Piadinha.

Mas, no final das contas, é você quem tem que decidir.

Se o tamanho do seu clitóris realmente a incomoda, a ponto não aproveitar todo o prazer que ele oferece, então talvez seja sim o caso de procurar um especialista para a cirurgia. Pelo que andei me informando, ela preserva a sensibilidade desde que feita por um cirurgião realmente qualificado. Não sei se há algum hospital universitário onde você mora, mas pode ser um bom começo na procura deste profissional.

Espero ter lhe ajudado.

Tem dúvidas sobre sexo? Mande sua pergunta para telma@olondrinense.com.br

Quem é Tia Telma?

A leitora tem clitóris grande e se sente incomodada com o tamanho. Mas o clitóris grande pode ser uma vantagem.
Tia Telma versão Inteligência Artificial

Jornalista, divorciada, xereta por natureza e que sempre se interessou muito por sexo. Com a vida, aprendeu várias coisas, mas a principal é que sexo é uma coisa natural e deve ser sempre prazeroso.

Leia mais colunas Tia Telma Responde

Siga O LONDRINENSE no Instagram e Facebook

(*) O conteúdo das colunas não reflete, necessariamente, a opinião do O LONDRINENSE.


Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.