Skip to content

Adoro mulheres maduras e dominação. É errado?

Por Telma Elorza

“Olá, tia Telma! Adoro mulheres maduras, me sinto atraído pela arte da dominação, e acho a mulher madura muito mais atraente, sexy, inteligente, sedutora,  ainda mais se ela estiver usando um salto alto e uma maquiagem. Tenho 27 anos, é errado eu gostar  de mulheres mais velhas? Por favor, me ajude! Me sinto perdido, às vezes. Muito linda você, maravilhosa.”

Demorei um pouco para postar esse e-mail que chegou, porque fiquei em dúvida sobre ser um pedido real de ajuda ou uma cantada. Mas como o leitor pediu para que eu respondesse pela coluna, decidi acreditar no pedido de ajuda. E, como tenho por princípio responder a todos que me pedem ajuda, aqui está.

LEIA TAMBÉM

Não é surpresa eu ficar em dúvida. Recebo muitas cantadas diretas tanto no meu e-mail quanto no meu Instagram. Vocês não imaginam a quantidade de caras que fazem isso. É muita gente. Homens sem noção nenhum acham que, porque falo de sexo com naturalidade, estou sempre pronta para trepar com o primeiro que aparece. Como se eu fosse uma ninfomaníaca, sem critérios. Para estes, só quero deixar um recado. Meus critérios são altos. Para transar comigo, o cara precisa ser, antes de tudo, inteligente. Não é uma cantada barata que vai me convencer, ok?

Passemos então ao assunto: mulheres maduras e dominação.

Muitos caras confundem as duas coisas, que são diferentes, mas não são totalmente excludentes.

O tesão por mulheres maduras é mais comum do que se pode imaginar. As mulheres acima dos 40 anos (pode ser bem mais que essa idade) exercem um fascínio para rapazes mais novos. Porque, na maioria das vezes, elas já estão numa fase da vida que estão mais seguras de si – sabem se vestir, se maquiar, se cuidar -; já passaram por, pelo menos, um casamento; já estão mais desenvoltas; e bem sucedidas profissionalmente. Ou seja: tacaram o foda-se. Já perceberam que é impossível ser a mulher que a sociedade exige e estão pensando em si, em vez do que os outros vão pensar.

Vejo muito isso nas minhas amigas 50+ que, pouco tempo atrás, eram “certinhas”, “meiguinhas”, “delicadinhas” e que descobriram que, se não se colocarem em primeiro lugar, vão ser sempre “coitadinhas” e acabam sendo trocadas por novinhas. Eu aplaudo cada uma delas. Mas acho que demoraram demais para se ligar nisso.

Os rapazes são fascinados por essas mulheres autoconfiantes. Porque, além de tudo, tem também o lado da experiência sexual e, com elas, sabem que vão realmente aprender coisas para satisfazê-las na cama. Ou seja: um pacote totalmente atrativo.

E não há nada errado nisso. Pelo contrário. Mulheres mais velhas também gostam do vigor dos novinhos, que são capazes de passar horas na cama. Que delícia! HO! É uma relação de ganha-ganha.

O que não pode acontecer é deixar o preconceito vencer. Tanto o seu quanto o dela. E daí, leitor, que sua namorada tem 30 anos a mais que você? Você está feliz? Ela está feliz? Foda-de o que dizem os amigos e família. O importante é a relação dos dois. Não precisa ficar inseguro por conta das suas preferências sexuais nem tem que dar explicações a ninguém. Ou se tiver, no caso da família por exemplo, diga apenas que quer ser feliz, do seu jeito.

Claro, há certas complicações. Uma vez, um rapaz me disse que adoraria se casar com uma mulher mais velha, mas que o sonho da vida dele era ser pai. E que isso seria impossível, não por ela não ser capaz de gerar uma criança, mas porque não queria mais ter que criar filhos (mesmo que fossem adotados). E nisso ele estava certo. Nós, mulheres mais velhas, que já criamos nossos filhos, não estamos dispostas a começar tudo de novo. Só para você saber o desenrolar dessa história: na última vez que conversamos, ele tinha se casado com uma menina da sua idade, era pai de dois filhos e estava se divorciando para ir atrás da mulher da vida dele, uma amiga da sua mãe, com 54 anos na época.

Dominação

Quanto à dominação, mulheres mais velhas podem sim ser dominadoras. Mas não são todas que têm o perfil dominatrix. A mulher dominadora praticamente nasce dominadora, pode ser dominadora experiente aos 20-30 anos. Então, não fique esperando que todas mulheres mais velhas vão fazer você se sentir submisso. Elas podem ter um perfil mais meigo, tipo uma professora que o ensinará mais docemente.

No entanto, qualquer uma pode aprender algumas técnicas para deixar seu homem submisso feliz. Aprender a mandar nele pode ser a coisa mais divertida a fazer. Claro, desde que não se sinta incomodada com isso (você não vai pedir para ela pisar nas suas bolas no início, né?). Nesse caso, cabe a você, novinho, ir orientando como gosta de ser tratado. Com o tempo e um pouco mais de intimidade, ela pode descobrir o prazer de ser uma dominadora amadora e se aperfeiçoar nas técnicas.

No mais é relaxar e aproveitar as relações com suas mulheres maduras. Você não é errado. Acho até que é muito esperto.

Espero ter ajudado.

Tem dúvidas sobre sexo? Mande sua pergunta para telma@olondrinense.com.br

Quem é Tia Telma?

O leitor adora mulheres maduras e dominação, mas às vezes se sente inseguro com suas escolhas e pede ajuda
Tia Telma versão Inteligência Artificial

Jornalista, divorciada, xereta por natureza e que sempre se interessou muito por sexo. Com a vida, aprendeu várias coisas, mas a principal é que sexo é uma coisa natural e deve ser sempre prazeroso.

Leia mais colunas Tia Telma Responde

Siga O LONDRINENSE no Instagram e Facebook

(*) O conteúdo das colunas não reflete, necessariamente, a opinião do O LONDRINENSE.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.