No circo chamado Brasil, só quem já foi a “mulher das facas” sabe o que é viver na corda bamba. Em mais uma daquelas reportagens “vivenciadas”, para fugir das pautas normais, fui fazer parte de uma das atrações de um circo, que tinha acabado de chegar à cidade. Conversa vai,Leia mais

Compartilhar:

Nas pautas loucas da vida de jornalista, certa vez fui parar num hospício. A proposta da reportagem era “vivenciar” o local por 24 horas, e depois relatar o que vi. Claro que antes de ir ouvi todas as piadas, do tipo “cuidado para não ficar por lá”. Não fiquei eLeia mais

Compartilhar: