Por Cassiano Russo As palavras vêm como o vento que nos toca. Nunca sabemos sua direção e como reagiremos a elas. Às vezes são apenas brisas, palavras mansas; outras vezes, elas vêm como furacões capazes de nos arrancar do chão. Há também aquelas palavras murmuradas, como lamentações, ou ladainhas. FatoLeia mais

Compartilhar:

Evento quer estimular que adultos passem a oferecer e instigar a apreciação de obras de arte diversas, para que as crianças desenvolvam essa linguagem O LONDRINENSE com assessoria A Escola Apoena de Londrina promove no próximo sábado (26), a palestra “Arte na Infância: fazer, apreciar e criar”, dirigida a professores,Leia mais

Compartilhar:

Superar, elevar-se sobre, ir além… Pablo Picasso disse uma vez, que e “era preciso conhecer todas as regras das artes e depois quebra-las”! Tanto na vida quanto na arte, isso é muito verdadeiro. É necessário saber todas as técnicas possíveis e depois usa-las para desenvolver a própria linguagem e umLeia mais

Compartilhar: