Natal chegando, covid aumentando. Tudo indica que teremos lojas cheias, pessoas em aglomeração e ansiosas em suas compras, falando e tossindo umas nas caras das outras. Ou seja, início de ano em quarentena intensa. Sem teatro, cinema e shows, a TV ainda nos segura um pouco na sanidade. Nos lançamentosLeia mais

Compartilhar: