Por Cassiano Russo, professor de filosofia Nunca sei sobre o que escrever. Na maioria das vezes, simplesmente começo a digitar o que me vem à cabeça, sem me importar se o que escrevo faz algum sentido ou não. Aparentemente, minhas palavras devem ter algum significado, pois sempre recebo algum elogioLeia mais

Compartilhar: