Skip to content

Confira quais as posições do Conservador, Liberal e Libertário sobre a sociedade

Por Cláudio Chiusoli

Diante de tantas expressões, sejam elas ideais de esquerda ou de direita, dedico esta coluna a nomear três termos que delineiam o que significa alinhar-se com propostas de direita, que consideram as liberdades individuais, um estado menos intervencionista e direitos a propriedade privada.

Esses ideais são muito semelhantes, mas com algumas diferenças sutis em valores e crenças: Conservador; Liberal e Libertário.

LEIA TAMBÉM

Os termos “conservador”, “liberal” e “libertário” são frequentemente usados para designar ideias de direita em contextos políticos, econômicos, sociais e filosóficos. No entanto, eles têm significados em diferentes partes do mundo e entre diferentes pessoas.

Conservador

O conservadorismo é uma ideologia política que valoriza a tradição, a estabilidade e a continuidade cultural e social. Tendem a resistir às mudanças rápidas na sociedade e preferem preservar as instituições e valores estabelecidos.

Em um contexto político e econômico, os conservadores normalmente apoiam políticas econômicas liberais, mas podem ter opiniões socialmente conservadoras sobre questões como o casamento, o aborto e a religião.

Liberal

O liberalismo está mais associado ao liberalismo clássico, que é uma defesa dos direitos dos indivíduos livres, dos direitos civis, da propriedade privada e economia de mercado.

Em alguns países, os partidos liberais promovem frequentemente políticas econômicas de livre mercado e atitudes mais progressistas em relação às questões sociais.

Na economia, os liberais apoiam as economias de mercado, mas também veem um papel para o governo na regulação e prestação de serviços sociais básicos, como cuidados de saúde, segurança e educação.

Libertário

Os libertários são aqueles que defendem a liberdade individual e a interferência mínima do governo na vida das pessoas. Eles acreditam nos direitos individuais do capitalismo liberal, na propriedade privada e na liberdade de escolha nas áreas econômica, política e de estilo de vida.

No extremo do espectro libertário, eles rejeitam totalmente a ideia de governo centralizado em favor de formas descentralizadas de organização social.

Na esfera social, os libertários são geralmente progressistas nas questões sociais, apoiando o casamento entre pessoas do mesmo sexo, a legalização das drogas e outras formas de liberdades pessoais.

Então, há algo com que você concorda?

Fique por dentro. Boa semana. Gratidão!

Cláudio Chiusoli

Professor de Administração na UNICENTRO – Universidade Estadual do Centro Oeste /PR. Economista formado pela UEL. Pós-doutor em Gestão Urbana pela PUCPR. Mande sua sugestão ou dúvidas para prof.claudio.unicentro@gmail.com. Acompanhe meu canal do YouTube e minhas redes sociais Linkedin, Facebook Instagram.

Leia todas as colunas de Economia no Seu Dia a Dia

Foto: Freepik

(*) O conteúdo das colunas não reflete, necessariamente, a opinião do O LONDRINENSE.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.