Segunda temporada de Bridgerton estreia nesta sexta (25)

Série original mais assistida da Netflix já está disponível para assinantes

O LONDRINENSE

Produzida pela Shondaland (de Grey’s Anatomy) e criada por Chris Van Dusen, a série acompanha a poderosa família Bridgerton e recria o cotidiano de uma nobreza fictícia na Inglaterra de 1800. Depois do sucesso da primeira temporada com a história de Daphne, a filha mais velha, e o rebelde Duque de Hastings, com muitas cenas de sexo quente, a segunda parte vem mais “calminha” (mas ainda com cenas de deixar os puritanos de cabelo em pé), com todo luxo, fofocas, manipulações que deram o tom de sucesso.

O foco, desta vez, é um novo casal protagonista em uma história de amor um tanto quanto proibida. Inspirada no segundo livro de Julia Quinn, intitulado O Visconde que me Amava, a segunda temporada vai narrar a história de Anthony Bridgerton, irmão de Daphne, e sua relação com a recém-chegada Kate Sharma. Quando ele finalmente decide se casar, puramente para cumprir seus deveres sociais – e faz questão de dizer que o amor não fará parte de seu matrimônio, seu caminho cruza com cruza o caminho de duas novas damas: Kate e Edwina Sharma, recém-chegadas da Índia. Ele decide cortejar a caçula Edwina, mas Kate, ciente de suas intenções, desaprova a união – e suas tentativas de oposição acabam por involuntariamente aproximá-la do visconde.

Bridgerton é uma série romântica, inovadora e inteligente, que comprova que as histórias sobre amizade, família e a busca por um grande amor nunca saem de moda. Mas será que vai fazer sucesso sem a presença do Duque?

Foto: Divulgação/Netflix

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.