Saúde libera 4ª dose da vacina para pessoas acima de 55 anos e profissionais de saúde

A partir de segunda-feira (13), todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Londrina aplicarão as doses contra a Covid-19

O LONDRINENSE com assessoria

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) liberou, nesta terça-feira (7), o agendamento da quarta dose da vacina contra a Covid-19 para profissionais de saúde e pessoas acima de 55 anos. Para ser vacinadas, as pessoas que estão nesses grupos devem ter recebido a terceira dose há pelo menos quatro meses (120 dias) e, além disso, precisam fazer o agendamento prévio no site da Prefeitura (clique aqui).

No momento, 36 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Londrina estão vacinando a população contra a Covid-19 (veja a lista abaixo). A partir de segunda-feira (13), todas as 53 UBSs do município farão esse trabalho.

Para incentivar as pessoas a receberem a vacina, a Secretaria Municipal de Saúde está disponibilizando 10 mil vagas para agendamento de hoje (7) até o dia 15 de junho. Além disso, dois locais estarão abertos para a aplicação de doses no sábado (11), das 8h às 18h: as UBSs Ouro Branco e Jardim do Sol. Somadas, essas unidades contam com 2 mil vagas para agendamento.

Ao todo, os dois grupos para os quais a quarta dose foi liberada somam aproximadamente 40 mil cidadãos, dos quais 19.443 são profissionais de saúde e 20.559 são pessoas com 55 anos ou mais.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, a decisão de estender a quarta dose para esses segmentos é baseada nas orientações constantes da Nota Técnica n36/2022 do Ministério da Saúde. “O Ministério recomendou a vacinação de profissionais de saúde e pessoas acima de 50 anos, porém, como estamos aguardando a chegada de mais vacinas, optamos por fazer o recorte, nesse momento, para o segmento acima de 55 anos. O objetivo é garantir que as doses em estoque sejam suficientes para todos”, afirmou.

Machado destacou, também, que é essencial que as pessoas sejam vacinadas para evitar a propagação do novo coronavírus. “A pandemia já causou muito sofrimento, perdas e momentos críticos, e por isso é importante que as pessoas procurem as UBSs e recebam as doses. Se nos descuidarmos da cobertura vacinal, isso vai favorecer a circulação mais intensa do vírus, ainda mais agora, com a chegada do tempo frio. Por isso, a Prefeitura está fazendo um esforço para proporcionar o acesso dos londrinenses à vacina, com a ampliação dos grupos contemplados, abertura de vagas e distribuição das doses entre as unidades de saúde”, frisou.

UBSs vacinadoras –  No momento, a vacinação contra a Covid-19 é feito pelas seguintes unidades: Alvorada, Jardim do Sol, Santa Rita, Santiago, Panissa, Tóquio e Cabo Frio (região oeste); Carnascialli, Aquiles Stenghel, Chefe Newton, Milton Gavetti, Vivi Xavier, João Paz, Maria Cecília, Campos Verdes, Padovani, Parigot de Souza (zona norte); Armindo Guazzi, Marabá, Ernani, Vila Ricardo, Novo Amparo (região leste); Eldorado, Ouro Branco, Itapoã, Jamile Dequech, Pind, Piza, Cafezal, San Izidro (zona sul); Casoni, Centro, Guanabara, Vila Brasil, Vila Nova e CSU (centro).

Foto: Arquivo/Vivian Honorato/N.Com

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.