Revendo discos!

Por Rogério Rigoni

Fala, meninas e meninos do ROCK!

Depois da minha depressão controlada, resolvi escutar uns discos antigos (1985) e, para minha surpresa, escutei Paulo Ricardo e RPM de 1983. Cara, que disco foda e bem mal compreendido. Esse disco é um clássico, começando com a música Pérola depois emenda com Genesis, dois Rock and Roll de prima.

Lembro quando saiu esse disco, eu até vi na loja, mas não comprei. E me arrependo até hoje, nem mesmo no sebo você não acha nem fudendo.

O instrumental desse disco é fantástico, o Fernando Deluqui derreteu a guitarra dele ali. Os músicos do RPM eram só o Paulo e o Deluqui, o resto eram músicos contratados, o que ajudou bastante na sonoridade desse disco.

Uma pena que depois disso eles brigaram e a banda acabou, mas a obra está aí disponível para quem tiver a curiosidade de ouvi-lo.

Outro disco foda do RPM é os Quatro Coiotes.

A gravadora alugou uma casa em Búzios, eles gravaram o disco lá e foi mixado em Los Angeles. Para mim esse é o melhor disco do RPM. Pena que era muito avançado para a época e as vendagens foram poucas e aí foi o fim do RPM.

Depois eles se reuniram para comemorar não sei quantos anos de banda e foi só, a banda acabou de vez. Era muito pó na jogada, os caras se perderam total. Leiam uma entrevista do ex-baterista do RPM, o P.A que está disponível no YouTube, que vocês vão entender melhor.

Outro disco legal deles é com o Milton Nascimento, esse eu tinha em vinil. Se não me engano eram só duas músicas, mas duas músicas muito foda.

 Vou terminar com a letra da música Pérola, que ofereço para a Ângela

 (eu lembrava dela quando a gente estava separados, isso há anos atrás.)

“Sonhos são seus olhos abertos bárbaros

Sempre os mesmos sonhos despertos tão perto

Quase posso vê-la

Tão bela pérola

Sua pele clara

Lunar e pálida

Eu fujo e não te vejo então

Finjo que não te desejo mais

Eu vejo o teu mistério, o teu sexo,

Teu mundo, teu medo e tudo mais

Menina anfetamina

Me ensina a química

E a física entre nós dois

E o amálgama do amor.”

Bom resto de semana e…

BORA PRO ROCK!

Rogério Rigoni

FALA, MENINAS E MENINOS DO ROCK”! Assim começa o programa “DNA Rock Paraná e o DNA Rock Brasil, pela radio web Antena Zero de São Paulo! Sou um dos apresentadores e falo do que amo desde que me conheço por gente: múica! E se for autoral, melhor ainda! E já que não tive uma banda, me realizo falando e escrevendo sobre rock and roll! Punk de alma e de coração, vivendo em paz ! E…BORA PRO ROCK!

Foto: Reprodução da internet

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.