Skip to content

O Londrinense POD versão Tia Telma Responde fala de fetiches na cama

A colunista Telma Elorza, sem rodeios, aborda as fantasias e desejos que as pessoas têm em busca de mais prazer no sexo

Suzi Bonfim

O LONDRINENSE

O Londrinense POD versão Tia Telma Responde, desta quinta-feira (19), fala sobre fetiches que podem parecer estranhos para muita gente como cheirar calcinhas, o cuckolding (também conhecido como cuckold) que é  ver a parceira ou parceiro mantendo relações sexuais com terceiros e homens heteros que gostam de se vestir de mulher, o chamado crossdressing.

O Londrinense POD, versão Tia Telma Responde, desta quinta-feira (19), fala sobre fetiches que podem parecer estranhos para muita gente como cheirar calcinhas.

Os questionamentos são verdadeiras pérolas garimpadas nos comentários e e-mails recebidos pela jornalista Telma Elorza que escreve a coluna no site, desde 2019. 

Para Telma falar de sexo sem rodeios é uma coisa natural e ela deixa claro aos leitores que  é “uma xereta” e, por isso, responde às dúvidas de homens e mulheres sobre os mais variados aspectos do assunto.

Fetiches secretos

Quem escreve para a coluna Tia Telma Responde tem ainda uma característica muito particular:  as pessoas contam o que não contam pra mais ninguém.

“Muitas vezes, tenho que dizer para quem me escreve procurar um psicólogo para entender o que se passa com ele ou ela. Tenho muito cuidado porque são pessoas reais que podem estar sofrendo com desejos ou mesmo a opção sexual que a família não aceita”, ressalta Telma Elorza em entrevista a jornalista Suzi Bonfim.

O Londrinense POD é produzido em parceria com o ZGM Estúdios e está disponível no canal do YouTube e Spotify. Acesse, Curta e Compartilhe 

LEIA TAMBÉM – Anunciar no TikTok Ads: um guia inicial

 

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.