Skip to content

Governo seleciona arquitetos e engenheiros civis para residência técnica em órgãos estaduais

Oportunidade é para profissionais recém-formado, que atuarão em órgãos estaduais, em Curitiba e Interior do Paraná. Programa inclui um Curso de Especialização, bolsa e auxílio transporte. Inscrições seguem até 15 de fevereiro.

Agência Estadual de Notícias

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná (Seti), em parceria com a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), publicou um edital para o preenchimento de 29 vagas remanescentes do Programa de Residência Técnica em Gestão de Projetos e Obras Públicas (Restec POP).

As oportunidades são para profissionais recém-formados em Arquitetura e Urbanismo (2) e Engenharia Civil (27). A inscrição custa R$ 150,00 e segue até 15 de fevereiro, exclusivamente pela Internet.

O programa contempla um Curso de Especialização com ênfase em edificações ou em infraestrutura viária de transportes, ofertado na modalidade de Educação a Distância (EAD), com carga horária de 500 horas.

Os residentes recebem bolsa mensal no valor de R$ 2.375 e auxílio transporte de R$ 220 para dedicação de 30 horas semanais em atividades práticas em órgãos da administração pública estadual.

As vagas remanescentes da Restec POP estão distribuídas entre Curitiba (21); Campo Mourão (1), na região Centro-Oeste; Cascavel (2), no Oeste; Francisco Beltrão (2) e Pato Branco (2), no Sudoeste; e Jacarezinho (1), no Norte Pioneiro. Os bolsistas serão lotados nas secretarias estaduais da Infraestrutura e Logística (Seil) e das Cidades (Secid); na Agência de Assuntos Metropolitanos do Paraná (Amep); no Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER); no Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar); e na Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP).

Segundo a coordenadora do programa, professora Gabriela Mazureki Campos Bahniuk, do Departamento de Engenharia Civil da UEPG, o objetivo é desenvolver competências e habilidades profissionais a partir da experiência no setor público. “O programa proporciona um aprofundamento teórico e prático relacionado às áreas de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo, contribuindo para a qualificação e o desenvolvimento profissional e pessoal dos residentes, com impacto positivo em suas carreiras e campos de formação e atuação”, afirma.

SELEÇÃO  As provas objetivas serão aplicadas no dia 26 de fevereiro, em Curitiba, Cascavel, Guarapuava, Londrina, Maringá e Ponta Grossa. O candidato deve escolher a cidade no ato da inscrição, assim como o município onde pretende desenvolver as atividades práticas do curso. Os interessados devem comprovar até três anos de graduação na área, no máximo.

Ao todo, serão 30 questões, sendo 12 relativas ao módulo básico comum às áreas de edificações e de infraestrutura viária de transportes e 18 específicas para os respectivos campos de atuação e interesse dos profissionais, também sinalizados nas inscrições. O conteúdo programático para estudo e as referências bibliográficas estão disponíveis nos anexos do edital.

RESTEC POP  Em dezembro de 2022 ingressaram 60 residentes no primeiro certame desta edição da Restec POP, além de 11 servidores públicos no curso de especialização. Os bolsistas estão lotados nas secretarias de estado da Administração e da Previdência (Seap), da Cultura (Secc), da Fazenda (Sefa), das Cidades (Secid), da Infraestrutura e Logística (Seil); no Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR); no Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar); e nas sete universidades estaduais.

PROGRAMA  Os programas de Restec do Paraná são considerados uma política pública de Estado, com amparo na Lei nº 20.086/2019. Assim como as residências médicas e outras da área da saúde, a Restec é desenvolvida na modalidade de pós-graduação lato sensu (especialização), totalmente custeada pee lo governo. Parte das vagas dos cursos de especialização é reservada para servidores e empregados públicos estaduais. As atividades dos bolsistas estão alinhadas aos objetivos e metas institucionais, conforme o Plano Plurianual (PPA).

Atualmente, são 1928 residentes desenvolvendo atividades em 32 órgãos do governo, em Curitiba e em 31 cidades do Interior. Os profissionais atuam em residências nas áreas de ciências forenses, cultura, economia rural, gestão ambiental, gestão de ambientes promotores de inovação, gestão pública, inovação e transformação digital, projetos e obras públicas, saúde pública, segurança pública e turismo.

Os bolsistas dedicam seis horas diárias para as atividades práticas acadêmico-pedagógicas em caráter de apoio, sob a orientação e supervisão de especialistas, nos respectivos segmentos profissionais.

Serviço:

Programa de Residência Técnica em Gestão de Projetos e Obras Públicas (Restec POP)

Inscrições: até 15 de fevereiro – AQUI

Aplicação de provas objetivas: 26 de fevereiro

Resultado: 7 de março

Matrículas: 9 a 12 de março

Início das atividades: abril de 2023

Foto: AEN

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.