Skip to content

Rumo a 2021: por um guarda roupa de fim de ano que seja afetivo, do jeito que a gente gosta!

Chega essa época e a gente está pensando nas festas, nas ceias e na roupa que a gente vai usar – principalmente a roupa da virada do ano! Mas nesse ano atípico, tão difícil e doente que chegar ao fim dele vivas e vivos e com alguma sanidade é o maior trunfo, é perceptível que a roupa não está no topo das preocupações da maioria das pessoas – e acho que não teria como ser diferente, as prioridades são outras. Muita gente com quem conversei ou acompanho nas redes afirmou que nem sequer pensou nisso ainda!

Foto: Divulgação Dior

E eu confesso que também não tinha pensado, não fazia a mínima ideia. Pra ser sincera, essa não seria uma preocupação. As comemorações vão ser tão pequenas e íntimas que achei que essa questão, esse ano, nem merecia um espaço, não tinha razão de ser.

Mas, por alguma razão, hoje acordei e fiquei um tempo na cama, enrolando e pensando na vida, no ano e nas coisas que quero para o ano que vem. E pensei que seria bacana vestir algo de que gosto muito, que simbolize também esses desejos todos e me deixe confortável, mas que esteja em sintonia com meu querer.

Foto: Divulgação Doce de Coco

Então me proibi de usar as Havaianas velhas ou as rasteirinhas idem, se eu quiser estar à vontade vou usar uma das novas, mesmo para ficar em casa… me proibi de ficar com calças tipo pijamas – lembram delas por aqui na quarentena? -, vou escolher um vestido, um shortinho bacana com uma blusa legal, vou arriscar combinações que não tinha pensado antes e vou usar roupas que estava guardando pro ano que vem, pra depois, pra sabe se lá quando!

Vou tirar os acessórios bacanas da caixa… vou fazer um dos mix que eu tanto gosto e que não coloco em uso há 9 meses, vou usar nada discreto, vou usar as peças chamativas, tudo junto e misturado se me der vontade! Vou usar tudo o que eu gosto e que tenha historia, que tenha uma razão afetiva de ser.

Foto: Camila Mossi para Maria Jujuba Acessórios

E, por fim, vou comprar um cheiro novo para me inspirar! Eu quase não uso maquiagem, mas perfume pra mim é algo superimportante e eu gosto de fragrâncias diferentes – até porque não é qualquer coisa que fica bem na minha pele.

Nesse fim de ano, não nos esqueçamos do que a gente gosta. Percebi que durante os últimos nove meses eu deixei de lado muita coisa que eu gosto, tenho buscado redescobrir o prazer que certas coisas, antes tão importantes e atraentes pra mim, deixaram de ter. Usemos todas as roupas, não importa se elas parecem “demais” para o momento e para a ocasião; os sapatos que estão escondidos, mesmo com salto alto, e os acessórios que estão lá no fundo esperando algo melhor acontecer… Coloquemos tudo pra fora!

Foto: Divulgação Doce de Coco

Não nos esqueçamos da máscara, de escolher uma bem estilosa para arrematar o look caso a gente vá dividir o momento com outros pares, estejamos lindas e lindos com segurança. E que 2021 tenha boas perspectivas, além da vacina, que venha com outras boas novas, que dê à luzinha de esperança que a gente traz aqui dentro algum sentido. E que venha com coleções de arrancar suspiros, claro!

Ana Paula Barcellos

Escritora, mocinha do medalhão persa, marketeira e pesquisadora de tendências. Trabalha com as marcas Madame B., Maria Jujuba Rock e Pinacola.

Foto: Divulgação/Oscar de La Renta

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.