Skip to content

Não queira disputar eleições sem antes ser uma marca política relevante

Por Marcelo Fabrão

Uma marca bem posicionada faz separação entre o comum e o relevante. Nesse mundo político altamente competitivo de hoje, gestão de marcas, ou melhor branding, tornou-se cada vez mais crucial para os políticos.

LEIA TAMBÉM

Ao construir uma marca política forte, os políticos podem não apenas se diferenciar da concorrência, mas também gerar credibilidade no cenário e ganhar a confiança do seu público. Ser marca permite aos políticos mostrarem suas experiências, valores e personalidade, criando uma impressão duradoura em seu público-alvo e, num mundo conectado onde novas informações e tecnologias prometem “ mudar tudo ”, eu diria que as marcas são mais importantes do que nunca.

Marcas políticas bem posicionadas podem influenciar a forma como nós nos sentimos em relação a um candidato e até como nos comportamos socialmente.

Desde a década de 1950, pesquisadores estudam a autoimagem e as preferências de marca. Essas pesquisas mostram que as pessoas escolhem empresas que correspondam à sua autoimagem ou congruência de autoimagem. Na política é a mesma coisa. Os eleitores escolhem políticos que corroboram a sua autoimagem. Isso parece egocêntrico e é. O eleitor vota “nele mesmo”.

As pessoas são seres sociais que fazem julgamentos sobre o conhecimento social, porém é impossível não fazer inferências sobre os outros com base na forma como eles se retratam.

Mas afinal, como ser uma marca política relevante?

Primeiro é importante entender que marca é uma mistura de múltiplos elementos, alinhados para transmitir um certo sentimento para um público específico que se identifica com o propósito e existência da marca.

Para ser uma marca política relevante é preciso se posicionar no mercado com coerência entre reputação e atuação. Ou seja, quem você é, com o que você faz.

Algumas dicas para fortalecer sua marca

Seja autêntico e genuíno. Autenticidade significa transparência e fidelidade ao propósito da sua marca. Significa não apenas fazer promessas, mas cumpri-las de forma consistente. Políticos possuem reputação dúbia, tornando o relacionamento com o eleitor um grande desafio. No entanto, a autenticidade tem o poder de eliminar o ruído e estabelecer uma conexão significativa e duradoura com o seu público.

Entenda as dores do seu público. Estude os problemas, necessidades e frustrações do eleitor. Conheça-os a nível pessoal. Depois de criar uma compreensão abrangente de quais são as frustrações deles, projete a solução para o problema e comece a promovê-la.

Envolva-se com seu público ativamente, tanto on-line quanto off-line. Responda a comentários e mensagens, participe de discussões e forneça informações e conselhos valiosos. Esse envolvimento vai mostrar que você é acessível e está interessado em construir um bom relacionamento com eles.

Tenha uma comunicação clara. Certifique-se que além de clara, sua comunicação seja consistente e alinhada com seus valores, objetivos e, principalmente, com seu propósito.

Saiba contar histórias. Elas são ótimas para comunicar o que você deseja de forma simples e eficiente. Histórias conectam, estimulam.

Ofereça valor aos outros. Procure maneiras de oferecer valor ao seu público sem esperar retorno imediato. Compartilhe conhecimento, dê dicas e aceite sugestões. Essa generosidade ajuda a construir “boa vontade” e promove relacionamentos mais fortes.

Lembre-se, a experiência vem em primeiro lugar. A experiência do público é um dos fatores mais subestimados e sobre o qual poucas pessoas falam. Pense comigo: “se eu gostei de você provavelmente irei falar para meus parentes e amigos sobre essa experiência”. Entendeu onde quero chegar?

Outro detalhe importante: cada ponto de contato com a sua marca é um canal de comunicação. Por isso pense, com muito cuidado, todos os detalhes da sua marca.

Para finalizar: seja consistente. A consistência de uma marca política é a capacidade que um político tem de manter sua comunicação e seu posicionamento alinhados com o seu propósito e com os elementos que compõem sua identidade. Políticos estão sempre buscando manifestar sua imagem por meio de ações que exploram elementos que compõe a marca como: Personalidade de marca, identidade visual, slogan, tom de voz, entre outros, e é essencial que haja consistência nisso.

O público espera que políticos e candidatos estejam sempre fazendo um bom trabalho, mas não apenas isso. Eles também desejam que estejam longe de escândalos ou de acontecimentos que gerem percepções negativas. Manter-se longe disso também é parte do trabalho!

Foto: criação Agência Fabrron

Sobre mim

Uma marca política bem posicionada pode influenciar a forma como nós nos sentimos em relação a um candidato e como nos comportamos socialmente

Meu nome é Marcelo Fabrão. Sou marqueteiro político há 16 anos. Casado, pai de dois meninos lindos, Filipe Lucas e David Luiz. Amo filmes, séries, rock, fotografias, bateria e Muay Thai. Em 2020, no meio daquela pandemia infernal, percebi a importância do branding na estratégia de comunicação eleitoral e me tornei um estrategista de marcas com o propósito de ajudar políticos a se transformarem em marcas sinceras e atuais. Além de consultor de Marketing Político e Branding, sou diretor de um Instituto de pesquisa e da agência Fabbron. Me siga no Instagram @marcelorfabrao e no Linkedin 

Leia mais coluna sobre Marketing Político

(*) O conteúdo das colunas não reflete, necessariamente, a opinião do O LONDRINENSE.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.