Lucimara do calçadão e do coração de Londrina

Imprescindível no cotidiano do Calçadão de Londrina, há 20 anos, Lucimara Diniz recebe auxílio e carinho dos londrinenses

Antônio Mariano Júnior
Equipe O Londrinense

No dia 23 de fevereiro, ela completará 43 anos de vida. Fosse uma pessoa comum, receberia protocolares felicitações e pronto. Acontece que a aniversariante do dia é uma das mais queridas e populares personagens da cidade.

Não serão poucas as manifestações de carinho dedicadas a Lucimara Aparecida Diniz, que há 20 anos é figura imprescindível no cotidiano do Calçadão de Londrina.

Sim, ela mesma. Sentada num carrinho de bebê, há duas décadas recebe auxílio de quem passa defronte à agência do Banco do Brasil. “Conheço muita gente, fiz muitas amizades por aqui”, diz Lucimara.

Foi acometida pela poliomielite, com pouco mais de um ano de idade. Recebe um salário mínimo de aposentadoria por invalidez. Complementa a renda com doações das pessoas.

Por vezes as contribuições financeiras somam, mensalmente, R$ 1mil. “Moro com a minha mãe, que tem 75 anos de idade, vários problemas de saúde. Eu cuido dela. Só de aluguel pago R$ 500. Vem do Calçadão a minha sobrevivência”, afirma.

As dificuldades pessoais de Lucimara não resvalam, em momento algum, no vitimismo. Incríveis o raciocínio lógico e a desenvoltura verbal da moça, nascida em Osvaldo Cruz. “Morei pouco tempo em Maringá, gosto mesmo é de Londrina”, afirma.

Gosta também de uma boa prosa, até conselhos dá a quem a procura. Aprecia literatura e boa música brasileiras – cita Machado de Assis e Tom Jobim, por exemplo. Solta gostosas e sonoras gargalhadas. Estabelece empatia imediatamente.

O sorriso é recolhido quando abordada a respeito de uma notícia falsa, que viralizou na Internet, em 2017. Maldosamente, alguém postou a foto de uma mulher parecida com ela acompanhada de um homem, na praia. “Até hoje penso o que motivou alguém a praticar essa maldade”, diz.

Bacana mesmo foi a solidariedade dos londrinenses. Recebeu palavras carinhosas, afagos e donativos. Ficou emocionada. Não sabia o quanto era – e é – querida. Pode?!

Se duvidar, vai ter fila para cumprimentos no próximo dia 23. Data do aniversário de Lucimara Popular Brasileira. Que mora no coração de Londrina. Confira a conversa informal que Lucimara Aparecida Diniz gravou com a equipe de O Londrinense

Compartilhar:

3 Comentários

  1. Obrigada por este belo perfil no seu texto de estreia. O Londrinense já é sucesso. Parabéns à equipe.

  2. Londrina estava necessitando de um jornalismo feito com seriedade e profissionalismo! Desejo muito sucesso nesta caminhada!!! Parabéns mostrou que chegou para ficar!;

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.