Skip to content

Pesquisadores da UEL identificam sete fármacos com potencial de combate à covid-19

Os fármacos são resultado de uma pesquisa iniciada em meados de 2020, logo no início da doença no Brasil

O LONDRINENSE com Assessoria

Com apenas 24 meses de atividade, pesquisadores da UEL aliados a grupos de pesquisa de outras instituições conseguiram identificar sete fármacos com potencial para servir como inibidores contra o vírus causador da Covid-19, em forma de spray ou comprimido. Os fármacos são resultado de uma pesquisa iniciada em meados de 2020, logo no início da doença no Brasil, por meio do edital Capes nº 11/2020, que injetou cerca de R$ 700 mil no projeto em forma de bolsas e para custeio de insumos. A intenção é que os medicamentos se aliem às vacinas no combate à pandemia.

Os bons resultados estão relacionados ao fato de a equipe ser multidisciplinar, reunindo 18 professores dos Departamentos de Microbiologia, Química, Histologia, Ciências Farmacêuticas, Medicina Veterinária Preventiva e Ciências da Saúde. Além da UEL, participam do projeto pesquisadores da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade de São Paulo (USP) e Lakehead University, do Canadá. O projeto ainda conta com outros 10 bolsistas de Doutorado e de Pós-Doutorado, custeados com recursos do edital Capes.

De acordo com o professor Gerson Nakazato, que divide a coordenação do projeto com as professoras Sueli Ogatta, Ligia Faccin Galhardi e Marcelle Ferreira Bispo, atualmente o trabalho se encontra na segunda fase, ou seja, na análise dos antivirais in vitro. Ele explica que a fase três deve ter início neste segundo semestre do ano e prevê testes dos sete fármacos em um laboratório de contenção (Laboratório de Biossegurança Nível-3), utilizando o vírus causador da Covid-19. Os testes serão realizados na USP.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.