Skip to content

Mulheres do Projeto Sabão recebem donativos por meio de ação solidária

Alimentos e produtos de higiene foram arrecadados através do Trote Solidário, iniciativa da Pitágoras/Unopar Catuaí, nesta edição realizada em parceria com a Secretaria de Políticas para Mulheres

O LONDRINENSE com assessoria

Na manhã desta segunda-feira (27), a equipe da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM), os estudantes e coordenadores de cursos que participaram ação Trote Solidário, da Pitágoras/Unopar Catuaí, entregaram donativos para 25 famílias de mulheres atendidas pelo Projeto Sabão/ONG Casa Acolhedora Mãe Rainha (Camar), que atende pessoas em situação de vulnerabilidade. A entrega aconteceu na sede do projeto, na zona norte de Londrina.

O Trote Solidário integrou as ações do Mês da Mulher, realizadas em março pela Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres. A iniciativa foi executada pelos calouros e coordenadores dos cursos de Psicologia, Publicidade e Propaganda e Engenharia elétrica da universidade Pitágoras/Unopar, unidade Catuaí. Por meio da ação, os alunos arrecadaram cerca de 200 kg de gêneros alimentícios e 100 unidades produtos de higiene. Os itens foram divididos para doação ao Projeto Sabão e para a organização religiosa Toca de Assis.

A secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Liange Doy Fernandes, lembrou que a SMPM acompanha, há três anos, o Projeto Sabão Zona Norte, levando oficinas, palestras, atendimentos e ações direcionadas às mulheres atendidas pelo serviço. “Esse trabalho vem sendo realizado pela psicóloga da secretaria, Lisneia Rampazzo, buscando o fortalecimento pessoal de todas as participantes. E a ação Trote Solidário é muito impronte, porque reforça o papel social da academia com a comunidade”, apontou.

A coordenadora acadêmica da Pitágoras Unopar Catuaí, Marcelle Zacarias Silva Tolentino Bezerra, contou que o Trote Solidário acontece todo semestre na recepção aos alunos calouros. Segundo ela, a arrecadação acontece no período de um mês, logo no início das aulas. “É uma forma de integrar os calouros, veteranos e a instituição, fazendo com que entendam que ser estudante não é só cumprir com as disciplinas, mas também ter a formação humanista, com o dever de ajudar a comunidade desde o ingresso no ensino superior e continuar enquanto profissionais”, enfatizou.

Desde 2004, a ONG, coordenada por Iraci Andrade dos Santos, de 77 anos, atende diversas pessoas carentes das periferias de Londrina. O local oferece doação de sabão, cestas básicas, cursos e palestras, e é mantido com a renda de um bazar realizado na sede da instituição, além de doações.

Pessoas em interessadas em ajudar o projeto e fazer doações, por exemplo de alimentos para as cestas básicas e de óleo de cozinha usado para fazer a fabricação do sabão caseiro, podem entrar em contato pelo telefone (43) 3328-4134 ou (43) 98431-9865 (WhatsApp).

Foto: Adriana Silva/Unopar

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.