Skip to content

Frases racistas e de apologia ao facismo foram encontradas no banheiro da UEL

As frases estão no banheiro masculino do CCE e foram denunciadas pelos alunos

Mirella Fontana
O LONDRINENSE

“Não às cotas”, “Negos são burros”, “Negro can die“ e “Facismo vive” são algumas das frases que encontradas no banheiro masculino do Centro de Ciências Exatas (CCE) da Universidade Estadual de Londrina, denunciadas pelos alunos e publicadas em perfis das redes sociais.

Reprodução Redes Sociais
Reprodução Redes Sociais

Na noite desta quarta-feira (4), a UEL emitiu uma nota assinada por 20 departamentos, repudiando os insultos escritos na cabine.

“Não podemos permitir que tais expressões da violência firam as pessoas negras, os Direitos Humanos e tomem corpo na universidade atingindo princípios democráticos e de defesa da diversidade”

Infelizmente, não há suspeitas de quem tenha escrito as frases.

“A prática do racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão, nos termos da lei”

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.