Skip to content

Crianças aprendem arte brincando e comendo frutas

A oficina “Arte no Prato”, que liga cultura e saúde, estará em escola municipal no Farid Libos

O LONDRINENSE com assessoria

A oficina “Arte no Prato”, que faz parte do projeto “Arte Por Toda Parte” do Instituto Patrícia Muniz, será realizada nesta sexta-feira (16) na Escola Municipal Professor José Gasparini, no Conjunto Farid Libos, em Londrina. A oficina, premiada pela Unesco em 2016, incentiva a criança e o adolescente a criarem “obras de arte comestíveis” no prato, em formato de mandalas,  com frutas variadas.

“Além de trabalhar a criatividade, o lado lúdico destes jovens proporcionando diversão através da arte, eles aprendem brincando a importância das frutas na alimentação”, comenta Patrícia Muniz, diretora do Instituto e criadora do projeto “Arte Por Toda Parte”.

 A “Arte no Prato” desta sexta encerra um ciclo de atividades de quatro meses do projeto “Arte Por Toda Parte”, com os quase 400 alunos da escola José Gasparini, que passaram por todas as oficinas oferecidas pelo projeto e conta com a parceria da Secretaria Municipal de Educação.

A proposta do Instituto Patrícia Muniz é levar o “Arte Por Toda Parte” para mais de quatro mil crianças em Londrina. Patrícia Muniz diz que o instituto vem viabilizando parcerias com entidades, instituições, escolas, prefeituras para a implantação do projeto que é gratuito, assim como contatando mais apoiadores que patrocinem a proposta pela Lei de Incentivo da Secretaria Especial da Cultura (SECULT), do Ministério do Turismo, já que o projeto tem o incentivo fiscal como uma das fontes. A ideia também já é começar com o projeto na região. 

O Projeto

“Arte Por Toda Parte”, em sua proposta inovadora, oferece oficinas de desenho, pintura, cerâmica e arte “no prato”, com o propósito de entrelaçar saúde, cultura e educação. A entrada no Paraná se deu por Londrina, já que Patrícia é “pé vermelho”. O projeto começou em Santa Catarina, onde foi reconhecido pela Fundação Osvaldo Cruz como o mais inovador daquele Estado e também se estende por Porto Alegre (RS) e região metropolitana.

Os números até o momento são representativos, com atendimento a mais de 10 mil jovens entre quatro e 16 anos, com a realização de mais de 400 oficinas. Só em Londrina foram realizadas 116. A direção do Instituto Patrícia Muniz já foi convidada a apresentar o projeto em países como Inglaterra, Portugal e Bélgica. Ainda este ano, a intenção é iniciar um trabalho nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Pará, Bahia, Maranhão e em 2023 chegar a Angola e Lisboa (Portugal).

Foto: Divulgação

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.