Skip to content

Através de recursos do Estado, mais de 2.600 famílias de Londrina terão a compra da casa própria facilitada

Recursos serão repassados diretamente à Caixa Econômica para abatimento de R$ 15 mil no valor de entrada de imóveis financiados pelo banco.

O LONDRINENSE com Assessoria

A cidade de Londrina, no Norte do Paraná, é a que mais recebeu subsídios do programa Casa Fácil desde o lançamento da iniciativa pelo Governo do Estado, em 2021. Até o momento, cerca de R$ 38,7 milhões já foram liberados pela Cohapar, o que facilitará a compra da casa própria a 2.652 famílias londrinenses.

Os recursos são repassados pela companhia diretamente à Caixa Econômica Federal e usados para abatimento de R$ 15 mil no valor de entrada de imóveis financiados pelo banco. O desconto é oferecido para casas e apartamentos de empreendimentos cujas construtoras se habilitaram em um Chamamento Público da Cohapar.

Podem pleitear o benefício famílias com renda de até três salários mínimos que não possuam casa própria e não tenham restrições de crédito, devidamente inscritas no cadastro de pretendentes da Cohapar. A lista dos empreendimentos disponíveis em Londrina e as fichas de inscrição podem ser consultadas no site da companhia, no endereço www.cohapar.pr.gov.br/Londrina.

Após cadastro e escolha do empreendimento de interesse, um comprovante de inscrição é emitido pelo sistema. Com o documento, os interessados podem continuar o processo de negociação com a construtora responsável e posteriormente passar pela análise de crédito da Caixa Econômica. Caso haja aprovação da Cohapar e do banco, o desconto é concedido diretamente no valor do financiamento.

Os moradores de Londrina que tiverem dúvidas, problemas com o cadastro ou quiserem saber mais detalhes sobre o programa podem procurar o atendimento da regional da Cohapar na cidade, conforme explica a chefe do escritório, Ivone Luchini. “Os interessados podem entrar em contato pelo telefone ou WhatsApp, no número (43) 3376-8700, ou presencialmente no escritório da Cohapar em Londrina, na Rua Tupi, número 582. O atendimento é prestado das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30”, afirma.

BENEFÍCIOS SOCIAIS E ECONÔMICOS – Segundo o presidente da Cohapar, Jorge Lange, a concessão de subsídios por meio do programa Casa Fácil Paraná surgiu como uma solução para reduzir o déficit habitacional ao resolver um dos principais entraves para a compra da casa própria na faixa de renda até três salários mínimos.

“O governador nos encomendou um estudo que acabou se tornando o maior programa habitacional do Brasil, baseado na maior dificuldade que as famílias encontram, que é ter uma economia para dar de entrada na aquisição da casa própria”, diz Lange. “Por isso, o Governo do Estado disponibilizou R$ 450 milhões para auxiliar 30 mil famílias paranaenses a adquirirem um imóvel até o fim de 2022”.

Outro fator positivo destacado por Lange é a geração de empregos, estimada em quase 100 mil postos de trabalho no setor da construção civil. “Além dos recursos do Tesouro Estadual, o valor das obras vai beirar os R$ 4 bilhões”, afirma. “Cada unidade habitacional gera cerca de três empregos, então chegaremos muito próximos de 100 mil trabalhadores envolvidos nesta cadeia produtiva em um momento de retomada da economia”.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.