Literatura na Biblioteca debate Poemas Escolhidos de Gregório de Matos

Palestra virtual será realizada na segunda-feira (13), às 18h30, com transmissão no YouTube; livro será cobrado no vestibular da UEL

O LONDRINENSE com Assessoria

Na próxima segunda-feira (13), às 18h30, o projeto Literatura na Biblioteca realiza uma palestra sobre o livro Poemas Escolhidos de Gregório de Matos.  A iniciativa está sendo desenvolvida em ambiente virtual, devido à pandemia da Covid-19, por isso os interessados em participar deverão acessar o canal oficial das Bibliotecas Públicas de Londrina, no YouTube. A ação é gratuita e não é necessário fazer inscrição prévia para participar.

De acordo com a diretora das Bibliotecas Públicas Municipais de Londrina, Leda Maria Araújo, o projeto busca propiciar, aos vestibulandos, palestras, oficinas e debates acerca das obras solicitadas no vestibular da UEL. “A intenção é discutir criticamente obras literárias com o intuito de desenvolver o senso crítico e o pensar reflexivo dos participantes, por meio da leitura de literatura”, ressaltou.

A iniciativa é resultado de uma parceria firmada entre a Secretaria Municipal de Cultura, por meio da Diretoria de Bibliotecas, com o Departamento de Pós-Graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina (UEL). As palestras e bate-papo são conduzidos e mediados por professores, mestrando e doutorandos do programa de Estudos Literários da UEL. Em 2021, os encontros irão ocorrer até o dia 29 de novembro.

Sobre a obra – O autor Gregório de Matos é, historicamente, o primeiro grande poeta do Brasil. A obra Poemas Escolhidos é uma clássica coletânea de poemas de Gregório de Matos elaborada nos anos 1970 por José Miguel Wisnik. O livre reúne uma seleção dos melhores poemas de Matos nas diversas modalidades que cultivou: a satírica, a encomiástica, a lírica amorosa e a religiosa.

Confira a programação dos demais encontros: 

18/10 – “Clara dos anjos”, de Lima Barreto

08/11 – “Contos novos”, de Mário de Andrade

29/11 – “O vendedor de passados”, de José Eduardo Agualusa 

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *