Skip to content

Terremotor é destaque em EP latino-americano

O Brasil e América Latina se aproximam no EP “¡Unan Todo!” e a banda paranaense tem recebido excelentes críticas. O EP pode ser baixado gratuitamente

O LONDRINENSE com assessoria

No EP ¡Unan Todo!, cinco artistas brasileiros se juntaram a colegas da Argentina, Colômbia, México, Uruguai e Venezuela para criar canções autorais em colaboração. O disco é parte de um projeto amplo de integração latino-americana pela cultura, capitaneado pela Aliança FARO, uma agremiação que reúne 11 veículos de imprensa de 10 países.

O projeto foi concebido pelo produtor Leonardo Vinhas juntamente com o músico e produtor Rodrigo Stradiotto, ambos brasileiros. Eles haviam trabalhado juntos em ¡Estamos!, um disco que lançava gravações caseiras de artistas do mundo todo, feitas no início da pandemia da Covid-19. Dessa parceria e das reflexões que vieram a partir dela veio a necessidade de trazer algo mais denso.

“Chegou a pandemia e mudou totalmente nosso modo de viver. Nunca foi tão difícil produzir um disco, e nunca foi tão necessário fazê-lo. Era preciso usar a música não como fuga, mas como algo capaz de criar novas relações, de aproximar pessoas”, diz Vinhas.,

O nome, além de propor a união, é um trocadilho com o título do documentário “Quebra Tudo!” (Rompan Todo!), que apresentava uma visão muito parcial da história do rock latino-americano. “Esse documentário ignora os artistas brasileiros e vários nomes essenciais de outros países. Além disso, o momento não era de quebrar ou romper, mas de unir”, explica Vinhas.

A ideia de um EP em que artistas brasileiros se unissem a seus pares ibero-americanos foi imediatamente acolhida pela Aliança FARO, uma organização que congrega 11 sites de 10 países para promover a música e a cultura ibero-americana independente.  O site brasileiro Scream&Yell, integrante da FARO e também um selo, serviu de “casa” para o disco, que tem distribuição digital internacional pela Tratore. Ao fim, o elenco do EP ficou assim definido:

1) “Mamba Negra”, Pahua (México) + The Raulis (BR)

2) “Colibri”, Catalina Avila (Colômbia) + Duo Finlandia (BR/Argentina)

3)  “Somewhere”, Romina Peluffo (Uruguai) + Rodrigo Stradiotto (BR)

4) “Lido”, Andrés Correa (Colômbia) + Marcelo Callado (BR)

5) “La Gente Es Rara”, Juan Olmedillo (Venezuela) + Terremotor (BR)

“Mamba Negra” foi o primeiro single, lançado em 18 de março. Em 5 de abril saiu “Somewhere”, e no dia 20, “Colibri”. Agora, 4 de março, o EP completo estará disponível na íntegra em todas as plataformas, e também para download gratuito no Scream&Yell. A capa e as artes do projeto foram criadas pelo artista brasileiro Pedro Bopp.

“Esse EP é a concretização de algo que nasceu de forma muito apaixonada, e é também um passo importante na integração latino-americana pela música, um objetivo pelo qual eu trabalho há anos, e ao qual a FARO tem muito a acrescentar”, conta o produtor Vinhas. “E é também uma mostra marcante do talento do Rodrigo Stradiotto como produtor. Ele ficou responsável pela mixagem e masterização, e conseguiu dar unidade a gravações que eram díspares em termos técnicos, com propostas estéticas tão diferentes. Esse é um trabalho que poucos conseguiriam fazer, e menos ainda seriam capazes de entregar uma sonoridade tão particular. O trabalho do Rodrigo é o grande responsável pela força sonora do disco”.

A estratégia de lançamento contempla todos os 10 países representados pela FARO (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Cuba, Espanha, Peru, México e Uruguai), para ampliar o alcance das canções e da proposta do projeto.

La Gente Es Rara”, parceria de Juan Olmedillo com a banda Terremotor, de Umuarama-PR, tem sido destaque em vários sites em espanhol da América Latina e Espanha. Ela é a considerada “a mais ‘poliglota’ das bandas de surfmusic brasileiras (no sentido de falar as muitas línguas que seu som instrumental permite)”

“¡Unan Todo!” está disponível em todas as plataformas de streaming, e também pode ser baixado gratuitamente no site.

Sobre a FARO

FARO é uma aliança de meios musicais e culturais ibero-americanos que nasceu em setembro de 2020, em plena pandemia, para se transformar em uma referência regional. Somando esforços, criando sinergias e establecendo acordos, a aliança pretende favorecer a divulgação e a visibilidade da criação e dos criadores da região.

Sobre os produtores

Leonardo Vinhas é jornalista, produtor cultural e escritor. Já produziu 19  discos para o selo ScreamYell, entre eles os tributos a Alceu Valença, Paralamas, Walter Franco e Tom.Bloch. É também corresponsável pelo festival Conexão Latina.

Rodrigo Stradiotto é músico, compositor, arranjador e produtor curitibano, com trabalhos lançados no Brasil, América Latina e Europa. É um dos músicos originais da banda curitibana Woyzeck, e participou de diversos outros projetos. Como produtor e arranjador, trabalhou com Rosie Mankato, Catalina Ávila, Edith de Camargo, Copacabana Club e ruído/mm. Com esse último, recebeu diversos prêmios, ficando na lista dos melhores álbuns de 2018/19, ao lado de Kiko Dinucci e Elza Soares.Nos últimos anos, voltou seu foco principal à síntese modular e, paralelamente à composição de trilhas para peças e longas-metragens, tem desenvolvido trabalhos em parceria com musicistas de diversos países, como a australiana Karen Vogt e a uruguaia Romina Peluffo.Também desenvolve uma série de trabalhos na área de motion graphics e codificação criativa, estabelecendo conexões entre a linguagem visual e a música.

Foto: Divulgação

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.