Skip to content

Governo detecta risco de novos atos golpistas

Ações estariam sendo planejadas para esta quarta-feira (11)

O LONDRINENSE com agências

A Advocacia-Geral da União (AGU) entrou com uma petição junto ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, na noite desta terça-feira (10) após detectar o risco de reedição dos atos golpistas, que estariam programados para ocorrer nesta quarta-feira (11). Mesmo após a prisão de mais de 1,5 mil bolsonaristas e outras ações da Justiça, como o afastamento do governador do Distrito Federal e a ordem de prisão contra o agora ex-secretário de Segurança Pública, Anderson Torres, a AGU detectou, através de monitoramento da rede Telegram, que mais atos antidemocráticos seriam realizados em inúmeras cidades e também na capital federal. 

Na petição, a AGU pede que sejam tomadas “medidas imediatas, preventivas e necessárias” para impedir “qualquer tentativa” de invasão a prédios públicos e evitar a obstrução de vias urbanas ou rodovias. Entre as medidas estão a prisão em flagrante de manifestantes, ação de forças de segurança para impedir bloqueios, multa de até R$ 100 mil por hora e suspensão temporária do direito de manifestação.

Segundo o Ministro da Casa Civil, Rui Costa, tropas do Exército deverão ser acionadas para proteger prédios públicos da Esplanada dos Ministérios.

Foto: Palácio do Supremo Tribunal Federal destruído/ Valter Campanato/Agência Brasil

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.