Skip to content

Dicas para montar uma mala prática para qualquer lugar

Por Lola Marcon

Chegam as férias e a velha dúvida: o que levar para não carregar excesso de bagagem?

Montar uma mala é uma das coisas mais complicadas para qualquer pessoa que existe no mundo, pois, ao montar uma mala de viagem, você se depara com o grande monstro do “e se….”. E se eu precisar daquele vestido? E se fizer frio? E se começar a nevar do nada no meio do Caribe? Ao montar uma mala, você luta contra seus instintos mais fortes de querer levar até aquela blusa que você não usa há mais de três anos e que faria Marie Kondo chorar.

Me pediram para escrever sobre a mala ideal e um modelo pronto para você seguir e eu só tenho uma coisa a afirmar: ela não existe. Como assim, ela não existe? Simples, não existe. Ela não existe porque cada pessoa se veste de uma maneira única e especial e a mala perfeita para essa pessoa é a que se encaixa melhor com a maneira que essa pessoa se veste. Se você abrir um livro de consultoria de imagem lá estarão listas prontas que contém uma calça bege, cáqui ou uma cor clara, uma calça preta e assim sucessivamente. Mas e se você for que nem eu, que não usa calças? Essa lista seria adequada para você?

Só existe uma maneira de me ver usando calças: quando está menos de 10 graus. Pra cima, disso eu estarei ou de vestido ou de saia e ponto. Por meu tronco ser maior que minhas pernas, por eu me sentir confortável usando meus vestidinhos vintage e por várias caminhadas dessa vida que fizeram eu gostar de me vestir assim. Eu gosto de vestidos, ponto. Então, a minha mala ideal seria composta por vestidos, saias e algumas camisetas.

Mas calma, eu ainda vou ensinar a montar a mala ideal para três ocasiões: praia, campo e uma viagem internacional para o hemisfério norte, onde está o clima oposto daqui.

O ideal é sempre pensar se você tem algum compromisso que exige alguma roupa específica para aquele momento. Se tiver, ela será sua prioridade. Batizados, casamentos, algum evento chique com o capitão no navio são bons exemplos disso. Tendo isso em mente, essa roupa vai para sua mala de mão, especialmente se voce for voar, as companhias andam boas em perder malas. Depois disso, vai organizar a mala com: cinco calcinhas ou cuecas. Quanto aos sutiãs: existe um tom de roxo que funciona melhor que nude (não gosto desse termo) e que vai bem em qualquer roupa. Ele e um preto, você mata essa questão tranquilamente.

Outro ponto importante: se alguma roupa exige um sutiã específico ou uma lingerie chata, não leve! A não ser que seja a roupa para a ocasião especial. Não vale a pena pegar mais espaço na mala para algo que você vai usar apenas uma vez. De sempre preferência para peças que você vai conseguir usar mais de uma vez. Isso vale para qualquer uma das viagens.

Quando eu digo que uma lista pronta é furada, é porque é. O máximo que digo para você é: pense no seu conforto e no seu dia a dia. Se você não usa calças, não leve calças. Se for uma semana na praia, leve pelo menos trêsbiquínis ou maiôs pois eles podem levar mais tempo para secar. Também pense que saídas de praia são leves e fáceis de enrolar e colocar em uma mala, e que não tem segredo: acessórios não ocupam espaço e transformam qualquer look. Pensado em tudo, nos pés não tem segredo: um tênis confortável, uma sapatilha ou mocassim neutro, um par de sapatos neutro e chique para uma ocasião mais arrumada. Uma bolsa de mão para alguma ocasião mais chique e a bolsa grande estará contigo no aeroporto ou no trajeto.

No campo funciona no mesmo pensamento, com a diferença que se usa menos roupas de banho e sim mais peças completas. Então pense que um vestido preto ficará bem com acessórios bonitos, e que dois ou três vestidos estampados matam essa questão facilmente. Partes de baixo neutras como calças e shorts jeans podem ser combinadas com qualquer blusa, então pense que se você tiver um calça jeans, um shorts e uma saia, com quatro blusas você terá uma infinidade de opções, ainda mais se levar quatro colares, umas três opções de brincos e uma terceira peça tipo um quimono. A terceira peça faz muita diferença em um look, mas com o calor que anda fazendo eu não posso e jamais irei julgar quem não faz questão dela (mas cogite levar. Existem opções lindas no mercado de tricoline que são super fresquinhas e fáceis de por na mala. E levantam 100% qualquer look).

Quanto a viagem para neve ou local frio, minha dica sempre será: cachecóis coloridos e bacanas e roupas o mais neutras possíveis. Existe muita tentação de levar vários casacos lindos e pesados, mas um bom casaco preto, quatro cashmeres coloridos (dois pretos e dois de cores vivas e variadas), três calças, sendo uma térmica para ir por baixo, uma blusa térmica para por baixo e três pashminas bonitas cabem em uma mala de mão e ainda tem espaço para uma bota e um tênis, além de meias térmicas. Tudo isso cabe tranquilamente em uma mala de mão (lembrando que o casaco pesado você vai vestindo. Sempre vá vestindo a roupa que mais ocupa espaço).

Agora vou para a última dica: sabe aquela roupa linda que você se sente poderosa vestindo? LEVE! Existem dias que não nos sentimos bem e ter uma roupa coringa que a gente não precisa pensar e sabe que vai ficar bem é fundamental.

Fazer uma boa mala não é tão difícil, só é preciso lutar contra nossos próprios demônios de querer levar o nosso guarda-roupa inteiro. Não tem segredo, é só fazer com calma, pensando.

Para a nécessaire, vale a mesma coisa: lute contra seus demônios. Leve o que você usa de skin care em embalagens pequenas, uma paleta boa de sombra que você costuma usar no seu dia a dia, se quiser um glitter individual, base, corretivo e o que você faz no dia a dia. E não esqueça do repelente. Todos os lugares do Brasil estão infestados de muriçocas, não sei o que está acontecendo.

Seguindo a dica de refletir sobre e se você vai usar, sua mala vai ser o mais compacta e inteligente possível. Você vai se divertir e não vai precisar comprar bagagem e jamais ficará mal vestida.

Espero que tenham gostado das dicas, para mais delas, me sigam no Instagram @lolamarcon

Beijos, boas festas.

Lola Marcon

Museologia, arte, moda, consultoria de imagem. Bichos e memes ruins. Especialista em coloração pessoal, colorimetria e teoria da cor. Atendo on-line.

Foto: Pexels

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.