Skip to content

Idosos: os prós e contras dos videogames para envelhecer jogando

Por Robson Moretão

Olá, galera gamer! Aqui é o Robson Moretão do Além dos Controles, e hoje vamos mergulhar no universo dos jogos eletrônicos para aqueles que acumularam algumas experiências de vida: os idosos. Será que jogar é só diversão ou existem armadilhas no caminho? Vamos desbravar esse mundo, mas antes de começar, pega aí o controle e se acomoda!

Benefícios para a mente sênior

Enquanto o tempo avança, a memória pode nos pregar algumas peças, mas parece que os jogos eletrônicos têm um truque na manga. Estudos sugerem que desafios virtuais podem turbinar a memória e até aumentar o volume cerebral, agindo como um escudo contra o esquecimento progressivo. Bacana, não é?

Outro ponto positivo é o aumento do foco. Pesquisas comprovam que os jogos são capazes de transformar a distração em concentração, especialmente entre os mais experientes. E se a coordenação motora estiver meio enferrujada, não se preocupe! Jogos que demandam movimentos rápidos e precisos podem ser a chave para uma melhora nesse quesito.

E tem mais! Para quem achava que a terceira idade era só sossego, saiba que os videogames podem ser uma válvula de escape para o estresse e a ansiedade. Uma partida pode ser a receita perfeita para esquecer das preocupações cotidianas.

Jogos eletrônicos e os alertas para os idosos

Agora, nem tudo são skins brilhantes e pontos de experiência. Vamos falar sério sobre os malefícios. O vício em jogos eletrônicos pode atingir os idosos, assim como qualquer outra faixa etária. O excesso de tempo diante da tela pode resultar em problemas de saúde, tanto mental quanto física.

E cuidado com a visão! Longas sessões de jogo podem causar fadiga ocular e olhos secos, enquanto o uso constante de fones de ouvido pode trazer complicações auditivas. Portanto, atenção dobrada, pessoal!

Videogames podem trazer benefícios para idosos, turbinando a memória e aumentando a concentração. Conheça Hamako Mori, a vovó gamer
Foto: Divulgação/Guinness World Records

A Vovó Gamer que virou sensação mundial

Agora, vamos falar de uma figura que conquistou os corações de gamers de todas as idades. Hamako Mori, ou como ficou conhecida, a Vovó Gamer. Aos 90 anos, ela quebrou recordes e se tornou a YouTuber de games mais velha do mundo, registrada pelo Guinness World Records. Com mais de 250 mil inscritos em seu canal, Mori é uma verdadeira inspiração.

“Depois de viver tantos anos, sinto mais do que nunca que jogar videogames por tanto tempo foi a escolha certa. Estou realmente gostando da minha vida – é uma vida cor de rosa”, disse em uma entrevista ao Guinness World Records

Em seus vídeos, ela desbrava desde os clássicos até os lançamentos mais recentes, incluindo a série “Grand Theft Auto”, que ela coloca entre suas favoritas. E quem diria que uma vovó teria humor afiado? Em seu vídeo “Vovó de 90 anos joga Dauntless”, que acumula mais de 3 milhões de visualizações, Mori sopra as velinhas do bolo de aniversário antes de compartilhar suas impressões sobre o jogo de batalha contra monstros.

Jogue com sabedoria

Em conclusão, jogar videogames na terceira idade pode ser uma jornada incrível, repleta de benefícios para a mente e diversão. No entanto, é crucial jogar com moderação e escolher títulos adequados. A história de Hamako Mori nos lembra que nunca é tarde demais para começar.

Então, se você é um(a) idoso(a) querendo adentrar esse universo, vá com calma e comece com jogos simples. Se você é um jovem ajudando um idoso, escolha títulos amigáveis. Afinal, os games são para todos, independentemente da idade. Espero que essa jornada virtual traga momentos de alegria e descontração. Até a próxima, gamers!

Robson Moretão

Um maluco por games desde sempre – há mais de 30 anos! Sou fissurado em histórias incríveis, desafios “impossíveis” e gráficos realistas. Aqui, na minha coluna, vou falar sobre o avanço desta indústria fantástica e seus desdobramentos. Ah, e se quiser ficar por dentro das últimas novidades dos games e e-sports diariamente, cola comigo nas minhas redes sociais: TwitterTiktok, e Instagram

Foto principal: Envato

Leia mais colunas sobre Games

(*) O conteúdo das colunas não reflete, necessariamente, a opinião do O LONDRINENSE.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.