Skip to content

Acredite, você é exatamente aquilo que permite ser!

Por Renata Vasconcelos

O que você precisa entender é basicamente isso: você só alcança aquilo que realmente acredita.
E quando eu falo realmente é no sentido literal da palavra.

E hoje quero falar em especial às mamães, já que ainda estamos no Mês que às representa. É muito comum uma mãe não ter tempo para cuidar de si, se deixar de lado e deixar sua feminilidade apagar após a maternidade. Irônico, não é? Pois ser mãe é o ápice do ser mulher.

É importante e essencial se permitir viver a maternidade, em 100% da sua necessidade. Eu fiz isso, me permiti. Porém, saber a hora de começar a voltar a se reconectar com sua essência é fundamental e necessário.

Foto: Freepik

Só que, para que esse momento lindo seja o início de uma nova vida ainda mais linda, para que seja uma história de uma família feliz, a matriarca precisa ser a ponte a conduzir e é neste momento que vem minha pergunta para você aí: qual a chance de alguém que já não se reconhece ser ponte condutora para uma família linda e feliz?

Entende agora quando eu falo que é fundamental se cuidar, se permitir ser cuidada? Não existe nada de errado em uma mãe tirar um tempo para fazer algo que apenas ela queira fazer, tirar uma reserva financeira por mês para investir nela mesma. Isso porque pessoas bem cuidadas cuidam melhor de outras pessoas. É real essa fala!

Vou mais além. Voltando lá no maior e mais antigo livro da existência humana, na Bíblia Sagrada, em João 10:10, diz o seguinte: “O ladrão vem para roubar, matar e destruir, eu vim para que tenham vida, e a tenham plenamente.” E em várias outras passagem bíblicas, Deus assemelha Seu amor ao amor de uma mãe. Então, conclui-se que Deus nos permite viver plenamente, certo? E que nesta plenitude que ele nos dá, quem mais se assemelha ao seu coração doador e apaixonado são as mães?

Entendem que se deixar de lado, não se permitir viver em sua plenitude, seja ela qual a que lhe faz feliz, é quase como um crime contra si mesmo? E concordam que muitas vezes, somos nós mesmos os ladrões da nossa vida? Roubamos nossos sonhos, matamos nossa essência e destruímos nosso futuro. Profundo esse raciocínio, faz sentido para você?

Trouxe esse caminho de reflexão, na intenção de lhe entregar um grande presente ainda neste mês das Mães, a sua reconexão consigo mesma. Sem medo, sem culpa e sem dor. Com a liberdade escrita, mostrada e comprovada no mais antigo livro da nossa existência, você está aqui para ser completa, para você e para os seus.

Afinal, pessoas felizes contagiam por onde passam, pessoas curadas curam pessoas.

Então assuma esse compromisso com você, não se dê mais desculpas, se cuide, se ame, faça por você tudo o que precisa ser feito, e mostre a todos que te rodeiam como você gosta e deseja ser tratada e cuidada. Afinal, se você não der exemplo, não pode cobrar nada de ninguém.

Entenda do que você deseja e precisa, faça planos e execute até alcançar. Se você não se sente capaz, então bora se capacitar, procure ajuda, estude até você se sentir segura o suficiente.

A crença não está só em falar que acredita, mas está também no que você executa para alcançar.

Pode acreditar que a combinação da sua mente somada com as suas ações é imbatível.

Continue até você alcançar.

Renata Aparecida Vasconcelos

Empresária, Esteticista e Biomédica Esteta. Especialista em Acupuntura e Estética Facial e Corporal. Autoridade em Ciências da Estética. Professora em alguns cursos de especialização na área de estética. Me siga nas redes sociais @clinicaresultestetica
@renataaparecidavasconcelos

Foto principal: Freepik

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.