Empresas interessadas em contratar jovens podem aderir ao Programa Cartão Futuro

Um dos objetivos do programa é incentivar as micro e pequenas empresas a contratar aprendizes. As empresas interessadas podem aderir ao programa buscado os canais oficiais da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho.

Agência Estadual de Notícias

O Cartão Futuro, ferramenta do Governo do Estado de incentivo à inclusão de adolescentes e jovens no mercado de trabalho, tem garantido a paranaenses entre 14 e 21 anos renda e acesso a uma profissão em todo o Estado. E as empresas interessadas podem aderir ao programa buscado os canais oficiais da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho.

Um dos objetivos é incentivar as micro e pequenas empresas a contratar aprendizes. Para isso, o Governo do Estado subsidia parte dos vencimentos, com recursos do Fundo da Infância e da Adolescência (FIA), deliberados pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescência (Cedca), e do Fundo Estadual de Combate à Pobreza. Pelo mesmo mecanismo, a administração estadual estimula as grandes empresas a abrir novas oportunidades para jovens aprendizes.

“É uma iniciativa para dar a primeira oportunidade de emprego para pessoas que têm dificuldades de colocação no mercado de trabalho”, afirma o governador Carlos Massa Ratinho Junior. “Além disso, essa renda que esses jovens passam a ter ajuda a complementar o orçamento da família, o que tem sido muito importante nesse momento econômico”.

Segundo o secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho, Rogério Carboni, esta é uma ação que garante dignidade a uma parcela da população que não apenas tem a necessidade financeira, mas também precisa de inclusão social. “São jovens em situação de vulnerabilidade econômica e social. Ou seja, abrir as portas do mercado de trabalho é abrir a possibilidade de uma vida digna e com oportunidades para que possam iniciar a transformação nas suas vidas e de suas famílias”, ressalta.

O programa é administrado pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho. São repassados para as empresas participantes R$ 300 por mês para cada jovem contratado e R$ 450 se for pessoa com deficiência ou egresso do sistema socioeducacional. O Cartão Futuro é voltado exclusivamente para membros de famílias com renda mensal per capita de até meio salário-mínimo – incluídas nesta média eventuais auxílios econômicos de programas similares – e cadastradas no Cadastro Único (CadÚnico).

Os jovens devem obrigatoriamente estar matriculados e/ou frequentando regularmente o Ensino Fundamental, Médio ou EJA. Para as vagas de aprendizagem, obrigatório que as inscrições sejam realizadas por intermédio das Agências do Trabalhador em todo o Estado do Paraná. Para isso, o jovem deve comparecer a uma unidade do Sine Paraná com a documentação solicitada.

“As empresas que desejam participar do programa devem buscar nossos canais oficiais na internet, mas também podem optar pelo atendimento presencial, que acontece em uma das 216 Agências do Trabalhador em todo o Estado, nos 183 postos avançados ou nos 22 escritórios regionais”, afirma Suelen Glinski, chefe do Departamento do Trabalho da Sejuf.

Os detalhes sobre os programas, bem como os canais de inscrição para Pessoa Jurídica, estão disponíveis no site https://www.cartaofuturo.pr.gov.br.

Foto: Rodrigo Felix Leal

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.