Empreendedora larga tudo, cria negócio e muda de vida com participação na feira Londrina Criativa

O LONDRINENSE com Assessoria

“Antes da [feira itinerante] Londrina Criativa, eu estava sem perspectivas pra minha vida, sem dinheiro e sem vontade de viver.” Esse é o relato de Carolina Romão, formada em designer gráfico, tem 28 anos e há cerca de seis meses largou tudo para produzir acessórios geek em arte pixelada. Nesse pouco tempo, ela irá participar da Expo Japão, no estande da Londrina Criativa, mas, vai ocupar um espaço exclusivo no Matsuri, em setembro, além de ter fechado um pedido de atacado com uma famosa empresa asiática de games, com sede em São Paulo.

“A Londrina Criativa foi extremamente essencial para que isso acontecesse. Se não fosse pela oportunidade que ela me proporcionou de trazer tanta visibilidade para os meus produtos, com certeza eu levaria alguns anos pra conseguir realizar essa conquista”, afirma Carolina, que é proprietária da Sala do Boss. Entre os produtos, brincos, chaveiros e outros acessórios. E, coincidentemente, a empresa de artesanato dela nasceu praticamente junto com a feira itinerante Londrina Criativa, que surgiu no fim de 2020 e início de 2021.

A feira, idealizada e organizada por Margareth Watanabe, é uma oportunidade que pequenos empreendedores locais têm de exporem seus produtos em locais onde não poderiam fazê-lo de outra forma, além de se profissionalizarem com os workshops promovidos pela organização. Hoje, a Londrina Criativa tem apoio do Londrina Convention Bureau, da prefeitura de Londrina e do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel) e já foi realizada em diversos locais, públicos e privados, como Boulevard Shopping Londrina, Royal Plaza Shopping, Museu Histórico Padre Carlos Weiss, Sesc e, agora, na Expo Japão.

“Quando comecei, eu ficava imaginando se um dia eu conseguiria expor em um evento grande como a Expo Japão e o Matsuri. Não imaginei que isso aconteceria tão rápido”, conta Carolina. Além de potencializar o negócio, a Londrina Criativa proporcionou uma grande mudança de vida. “Há mais de dez anos eu tentava empreender, seguir a carreira dos meus sonhos na área artística e nada dava certo. Hoje eu sou uma pessoa realizada, amadureci muito em pouco tempo, tanto profissionalmente quanto como pessoa”, avalia.

Mudança de vida

É que, pouco antes de iniciar seu negócio e conhecer a Londrina Criativa através das redes sociais, Carolina estava passando por um período de muitas dificuldades financeiras e psicológicas. “Eu havia deixado meu emprego em uma agência de marketing para me dedicar à carreira de cosplayer. Era contratada em alguns aplicativos para criar conteúdo, mas, a internet tóxica me trouxe uma recaída da depressão”, lembra Carolina, que tinha uma conta no TikTok com mais de 100 mil seguidores. Depois disso, ela largou os aplicativos e vendeu os cosplays.

Até que conheceu e se tornou amiga de uma moça que fazia lives de artesanato, produzindo os materiais por hobby. “Fiquei apaixonada pelo trabalho dela, nos tornamos amigas e eu sempre comprava os acessórios dela. Meu marido enxergou nisso uma oportunidade. Conversei com ela, que me deu o maior apoio e até mandou vídeos tutoriais me ensinando mais detalhes do processo criativo.” Foi aí que Carolina investiu sua grana na Sala do Boss. “Minha sanidade mental que foi recuperada, acho que nunca estive tão feliz em toda a minha vida. Eu também fiz muitos amigos e até meu casamento se fortaleceu, pois, meu marido está ao meu lado me apoiando e me ajudando na produção dos produtos. E, é claro, a vida financeira deu um salto muito louco, meu crescimento foi tão grande e em tão pouco tempo”, diz.

Expo Japão

Presença confirmada na Expo Japão, a Londrina Criativa vai levar seus expositores a participarem de uma das mais tradicionais feiras da cultura nipônica em Londrina. Na última edição da feira, antes da pandemia do coronavírus, foram mais de 25 mil pessoas ao longo de todos os dias de evento. Desta vez, a expectativa é que o público compareça em peso, para matar a saudade da feira. O evento será realizado de 15 a 19 de junho, na Associação Cultural e Esportiva de Londrina (Acel).

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.