Skip to content

Conselho aprova contratação de professores temporários

Contratos devem ser firmados para vagas de aposentadorias, exonerações e falecimentos

Agência UEL 

O Conselho de Administração da Universidade Estadual de Londrina (UEL) aprovou, nesta segunda (19), resolução que regula os contratos que serão firmados no segundo semestre para contratação de professores temporárias para as vagas de aposentadorias, exonerações e falecimentos. A reunião foi presidida pelo reitor, Sérgio Carvalho, e contou com a participação dos diretores de Centro, Pró-reitores, e demais representantes do Conselho.

Com o aumento do número de aposentados que não estão sendo repostos por concursados, a universidade tem utilizado a contratação de professores por Processo Seletivo Simplificado (contratação por tempo determinado), para atender às demandas dos nove Centros de Estudos, e, por conseguinte, a manutenção das atividades de ensino. Para o segundo semestre de 2019, o governo do Estado autorizou a contratação de 8.366 horas de trabalho, carga horária inferior à solicitada pela UEL, para suprir a todo o ano letivo.

“Com a aprovação, temos a segurança e a garantia para o atendimento da demanda prioritária das aulas de graduação, com contratos que permitem cobrir mais áreas de atuação”, avalia o diretor do Centro de Ciências da Saúde, Airton Jose Petris. Os contratos serão firmados em regime de 20 horas de trabalho, com carga didática mínima de 10 horas semanais.

Na avaliação da diretora Tânia Lobo, do CESA, a resolução é necessária para ajustar os parâmetros para a contratação a partir das autorizações legais, do quantitativo de horas autorizado pelo governo e, ao mesmo tempo, para garantir a prestação do serviço para o segundo semestre de 2019.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.